segunda-feira, 31 de maio de 2021

Aposentado não sacou benefício do INSS porque quer revisão: Acompanhe


 
Foto: Reprodução
Aposentado não sacou benefício do INSS porque quer revisão: Acompanhe O leitor Celestino Ascencio Sastri Filho, 58 anos, do Parque Savoy City, na região de Itaquera (zona leste), relata que o valor da sua aposentadoria por tempo de contribuição do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) está errado.

Dono de uma uma microempresa de informática desde 1991 e ex-funcionário de uma metalúrgica, ele diz que solicitou a aposentadoria em setembro de 2019 e, na mesma hora, o benefício foi concedido, mas com R$ 1.000 a menos.

“Minha reclamação é em relação ao valor, porque eles não consideraram alguns recolhimentos. Tem algumas informações no sistema do INSS que estão incorretas, como uma data de baixa que não consta lá”, afirma ele.

“Consequentemente, isso me fez perder quatro anos de recolhimento, que são comprovados. A aposentadoria que pedi em 2019 saiu em duas horas, porém eu caí no fator previdenciário por conta desses anos”, diz o leitor, que também afirma ter mais de 38 anos de contribuição.

No dia seguinte à concessão, em 2019, o segurado conta que entrou com uma reclamação no INSS e, ainda naquele mês, fez um outro pedido de correção, mas não obteve um retorno.

“Eu abri uma reclamação, anexei todos os documentos e já me mudaram de fila duas vezes. Eu não consigo falar com a ouvidoria porque sempre repetem que, para esse problema, preciso aguardar”, comenta.

O leitor também relata que, desde que o benefício foi concedido, ele não efetuou nenhum saque da aposentadoria, do FGTS e/ou do PIS/PASEP, aguardando uma revisão dos valores. “Não mexi em nada desde setembro de 2019 para poder recorrer e pedir uma revisão dos valores”, completa.1 4

VEJA COMO CONSULTAR O VALOR DA APOSENTADORIA DO INSS
Até a reforma da Previdência, em 13 de novembro de 2019, as exigências para a aposentadoria por tempo de contribuição eram 35 anos de recolhimentos ao INSS (para homens) e 30 anos (para mulheres).

INSTITUTO DIZ QUE CASO ESTÁ EM ANÁLISE
Em nota, o INSS diz que o pedido do leitor está em análise. “Esclarecemos que o pedido de revisão está no setor técnico do Instituto em análise. Quando o processo for concluído, o INSS enviará comunicado ao segurado.”

O leitor pode acompanhar seu pedido pelos canais remotos do INSS (site gov.br/meuinss, aplicativo Meu INSS para celular e telefone 135).​

Com informações do site: Mix Vale