terça-feira, 25 de maio de 2021

5 erros mais comuns ao usar cartão de crédito


 
Foto: Reprodução

Você já se complicou alguma vez utilizando o cartão de crédito? Ficou com preocupação com a fatura do próximo mês? Se a resposta foi sim, então provavelmente você já cometeu alguns erros ao utilizá-lo.

Os descuidados são comuns quando o assunto é cartão de crédito. Mas é necessário ter atenção. Por isso, listamos os erros mais comuns para ajudar você a fugir disso.

A seguir, veja os 5 erros mais comuns que muitas pessoas cometem ao utilizar o cartão.

1. Acreditar que o cartão é uma renda extra

Há quem se impressione só de olhar o limite disponível no cartão de crédito. E aí já começa a gastar sem planejamento nenhum. Um recado importante: é você mesmo quem vai pagar essa conta.

É claro que o limite do cartão pode ser usado, mas com cuidado. E desde que você não gaste com o que não vai conseguir pagar depois. Ou seja, nada de achar que o cartão de crédito é sua renda extra! Não é.

Se o seu objetivo é comprar algo com valor muito alto, e isso vai além do seu orçamento, então você vai precisar ter disciplina para conseguir pagar as parcelas depois.

Além disso, por mais que o limite do seu cartão seja de R$4 mil, por exemplo, o recomendável é não gastar todo esse valor — a menos que você tenha um salário muito superior.

2. Pagar apenas a parcela mínima

O banco parece que está sendo generoso quando lhe oferece o pagamento mínimo da fatura, não é? Mas não se iluda com isso, pois esse é um dos erros mais comuns entre os brasileiros.

Isso porque quando você paga apenas o mínimo do cartão, por exemplo, são cobrados juros. Ou seja, quanto mais demorar para pagar toda a conta, mais dívidas você terá.

3. Atrasar o pagamento da fatura

Sempre pensamos: um dia ou dois não faz diferença, não é? Errado! Quando se trata de cartão de crédito, faz muita diferença sim!

Se atrasar o pagamento da fatura em um dia, por exemplo, é cobrada uma multa de atraso em 2% ao mês, além dos “juros de mora” que são de até 1% ao mês.

Além disso, como mencionamos, se você não pagar a fatura do cartão integralmente, também terá os juros do crédito rotativo. Portanto, sempre que for possível, pague a sua fatura no dia correto do vencimento.

4. Não acompanhar o extrato

Muitas pessoas acabam utilizando o cartão de crédito e não acompanham o extrato. E quando vão ver, estão pagando além do que podem na fatura.

Por isso, o ideal é que pelo menos uma vez por semana, você olhe o extrato do cartão. Assim, você consegue ter um controle maior das suas finanças.

Alguns cartões e aplicativos conectados à conta mostram a compra assim que você utiliza o cartão, acompanhando o extrato simultaneamente. É o caso da Nubank, por exemplo.

5. Emprestar o cartão sempre que pedem

É bastante comum um familiar, filho e até mesmo um amigo pedir para utilizar o cartão. Com certeza, isso já aconteceu com você.

Mas essa atitude pode ser um pouco arriscada, uma vez que não é você quem está utilizando e nada garante que receberá em dia o pagamento.

Além disso, no final das contas é o seu nome e as suas contas que você vai precisar manter em dia. Portanto, pense muito antes de emprestar seu cartão de crédito para alguém.

Viu, só? É extremamente importante prestar atenção na hora de utilizar o cartão de crédito. Assim, você evita futuras dores de cabeça com ele.

Com informações do site:  financeone