domingo, 4 de abril de 2021

INSS: Aposentadoria negada, o que fazer?


 
Foto: Reprodução
Todo trabalhador brasileiro tem o sonho de chegar em uma certa idade, encerrar suas atividades laborais e se aposentar, agora imagine a situação, uma pessoa que planeja a vida inteira sua aposentadoria e na fase final tem seu benefício negado, situação delicada e pensando nisto vamos falar sobre alguns pontos importantes na hora de requerer seu benefício para que não haja dores de cabeça no futuro.

Aposentadoria 
O responsável por pagar a aposentadoria e outros tipos de benefícios é o INSS “Instituto Nacional do Seguro Social”, para que um cidadão tenha direito a aposentadoria é necessário cumprir vários requisitos, pois, caso contrário o seu benefício poderá ser negado.

Recolhimento da atividade especial 
É muito importante que esses recolhimentos estejam em dia, pois, a falta pode prejudicar a concessão do benefício, até mesmo porque esta categoria permite que o cidadão se aposente mais cedo do que o tempo solicitado na aposentadoria comum.

Com isso é primordial ter algumas documentações em mãos, o LTCAT e o PPP atualizados.

Contribuição de pessoas autônomas 
Se o cidadão é autônomo , ele precisa ter o compromisso de fazer suas contribuições em dia, pois, caso contrário isso afetará a concessão do benefício.

Cadastro Nacional de Informações Sociais 
Este tem a função de listar os períodos e os valores contribuídos que foram feitos durante as suas atividades laborais.

Mas é comum ocorrer falta de alguns períodos no documento e se isso acontecer você poderá agendar no INSS o pedido de revisão.

Tempo de contribuição 
Aconselhamos a fazer uma simulação da aposentadoria no site do INSS, para ter uma visão de quanto tempo falta para aposentar, pois, o INSS também pode cometer algumas falhas na hora de contabilizar os períodos.

Recolhimento por parte da empresa 
Toda empresa precisa cumprir com as suas obrigações e fazer as contribuições de maneira correta, caso isso não aconteça o trabalhador será prejudicado, logo o tempo de contribuição não será registrado o que acarretará diretamente à não concessão desse benefício.

Mas é fácil, basta você comprovar através de carteira de trabalho ou contracheques.

Conclusão 
Antes de requerer seu benefício, faça um planejamento previdenciário, esteja por dentro dos requisitos da sua categoria, com todo planejamento é mais fácil que o segurado tenha uma visão ampla do que é necessário cumprir para ser concedido.

Com informações do site: Times Brasília