sábado, 17 de abril de 2021

IFB está ofertando 450 vagas em cursos gratuitos online e EAD


 
Foto: Reprodução
O Instituto Federal de Brasília (IFB) lançou dois editais com 450 vagas de cursos gratuitos EAD em qualificação profissional e de formação inicial e continuada. As vagas estão distribuídas no Campus de Gama e Ceilândia.

Os cursos gratuitos serão na modalidade EAD para o primeiro semestre de 2021. No Campus de Gama o IFB estabeleceu as inscrições dos dias 16 a 28 de abril. Já no Campus de Ceilândia o IFB estabeleceu as inscrições até o dia 21 de abril. Ambas inscrições para as vagas dos cursos gratuitos serão realizadas pelo Sistema de Processo Seletivo do IFB

Vagas ofertadas pelo IFB para os cursos gratuitos na modalidade EAD
No campus de Ceilândia. A seleção será feita através de um sorteio. As vagas dos cursos gratuitos são:

Conhecimentos Básicos em Emagrecimento e Saúde
Gestão para Pequenas Empresas
Libras Básico
Enquanto no campus do Gama. Os requisitos mínimos para participar, é que os candidatos tenham ensino médio completo. As oportunidades de cursos são:

Desenho Básico
Boas Práticas e Controle de Qualidade de Alimentos
Ensino de Ciências para os Anos Iniciais do Ensino Fundamental
Espanhol Aplicado ao Trabalho
Libras Básico
Matemática Básica para Planilhas Eletrônicas
Princípios de Segurança Microbiológica em Alimentos
Para mais informações ou em caso de dúvidas leia o edital do Campus de Gama e o de Ceilândia.

Crescimento dos cursos gratuitos na modalidade EAD em decorrência da pandemia
O início da pandemia em 2020, acelerou o processo de aprendizagem em forma remota. A educação remota, a princípio em nível superior e de pós-graduação já vinha apresentado um grande avanço no crescimento no Brasil. O distanciamento social apenas deu um pequeno impulso no desenvolvimento de plataformas de suporte para o EAD em todo país.

Somente entre agosto e outubro de 2020 houve um aumento de 39% em matrículas para cursos de graduação a distância, segundo um levantamento estruturado pela Unicesumar, a quarta maio universidade brasileira.

Pandemia aumenta o uso de tecnologia online nas escolas e cria “uma probabilidade” de melhorias
Quando a pandemia COVID-19 resultou em um bloqueio em todo o estado há mais o menos um ano, escolas e educadores se esforçaram para fazer uma transição para o ensino online ead.

Fora da sala de aula, as perdas de aprendizagem podem se traduzir em desafios ainda maiores de longo prazo. Há muito se sabe que as reduções nas pontuações dos testes estão associadas a futuras quedas no mercado de trabalho brasileiro. Por outro lado, os aumentos no aproveitamento dos alunos levam a aumentos significativos na renda futura, assim como os anos adicionais de escolaridade, que estão associados a um ganho de 8–9 por cento nos ganhos ao longo da vida. 

a ausência de qualquer intervenção, as perdas de aprendizagem decorrentes da pandemia COVID-19 provavelmente terão um efeito negativo agravado de longo prazo no futuro bem-estar de muitas crianças. Essas perdas de aprendizagem podem se traduzir em menos acesso ao ensino superior, menor participação no mercado de trabalho e menores ganhos futuros. A proporção de crianças educadas em casa também cresceu.

Sobre o IFB
O IFB é uma instituição de ensino pública brasileira, sendo parte da Rede Federal de Educação Profissional, Cientifica e Tecnológica. Ele oferece 46 cursos técnicos, e 21 cursos, sendo dez tecnológicos, dez licenciaturas e um bacharelado, além de uma especialização, um mestrado, 16 cursos de formação inicial e 37 cursos de formação continuada.

O IFB possui de 10 campus espalhados por toda Brasília. São eles: Planaltina, Taguatinga, Brasília, Samambaia, Gama, Riacho Fundo, São Sebastião, Estrutural, Ceilândia, Recanto das Emas.



Com informações do site: Click Petróleo e Gás