domingo, 4 de abril de 2021

Como fazer renda extra na pandemia?


 
Foto: Reprodução
Com a retração da economia neste ano, muitos perderam seus empregos, e outros continuam desempregados desde o ano passado. Alguns trabalhadores tiveram sua jornada reduzida, e como consequência, seu salario também. Com a inflação alta e os preços dos itens básicos ainda aumentando, muitos vão em busca de uma renda extra.

Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística ), nos primeiros 9 meses de pandemia, 8 milhões de vagas de emprego foram fechadas.

Muitos empreendedores viram seus negócios serem interrompidos, principalmente os ditos “serviços não essenciais,” como salões de beleza.

Vendo que os boletos não param de chegar, é necessário tentar outras coisas, aumentar o leque de serviços e produtos, vender de maneiras diferentes.

De fato, alguns trabalhadores que iniciaram com alguma forma de renda extra à meses atrás, deram tão certo que isso se tornou a sua renda principal.

“O ideal é investir em prestação de serviços ou em venda de mercadorias que estejam dentro do seu conhecimento, ou que pelo menos tenha facilidade em aprendê-lo”, falou Andréia Ribeiro da Luz, professora da Escola de Negócios da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR).

1) Parceiro Magalu

Nessa modalidade, a pessoa cria uma lojinha sua para vender os próprios produtos do Magazine Luiza. E o melhor, sem manter estoque.

Para se tornar um parceiro Magalu, a pessoa deve criar uma loja virtual dentro de um ambiente seguro e já preparado. O Magalu disponibiliza toda a logística e os canais de atendimento.  Tudo isso totalmente grátis.

Também é possível criar mais um canal de vendas para o varejista,  O Magalu possibilita criar um site de vendas online com seus produtos, pagando uma pequena taxa sobre as vendas, contando também com a logística e a estrutura oferecida por eles. Muito bom para quem quer iniciar com vendas pela internet, mas ainda não tem público, levando em conta o mega alcance de comunicação da Magalu.

2) Torne-se um freelancer

Freelancer é um profissional sem vinculo empregatício, que resolve problemas específicos. Você tem alguma formação? Se tem, pode usar isso a seu favor. Se não tem, não é impedimento.

A maioria dos serviços solicitados nas plataformas de freelancers não exige diploma, e sim habilidades específicas aprendidas, como: montar um site, uma pagina de vendas, artigos para blogs, gestão de redes sociais, designers, etc. Faça uma auto análise, reveja quais são suas habilidades, e procure oportunidades em que vai usa-las melhor.
 
Quem procura por freelancers são profissionais que tem demandas, mas não tem tempo ou técnica. E acredite: existem muitas oportunidades. O site 99 freelas é uma boa opção para quem está iniciando, é fácil para criar um perfil e as dúvidas são respondidas rapidamente.

3) Tornar-se um afiliado digital

Existem alguns sites de vendas de produtos digitais, que são cursos em formato EAD (educação à distância). Estes produtos incluem video-aulas, ebooks e cursos online.  Os cursos são nas mais diversas áreas, criados pelos mais variados profissionais.

Após isso, existem os afiliados, que criam para si um link de alguns destes produtos e os divulgam em canais de comunicação digitais (Youtube, Instagram, Facebook, entre outros).
 
Quem faz a compra clica neste link, e é enviada a comissão para o afiliado.

As maiores plataformas de hospedagem de cursos que permitem afiliados são: Hotmart, Monetizze, Udemy, Eduzz, PENSAR CURSOS entre outras. Boa parte deles tem um ambiente virtual de aprendizagem, aonde você pode aprender e se desenvolver, e comunidades para troca de experiências.

4) Colocar displays de publicidade em seu carro Uber

Essa vale para quem já é motorista da Uber e quer ampliar os ganhos. Existe uma startup carioca, a  Mobees, que coloca smart screens, que são painéis LEDs inteligentes, sobre o teto dos carros de aplicativos, como Uber, 99 e Cabify, para promover anúncios programados.

5) Venda produtos de beleza online

Todos conhecemos os métodos de venda de empresas como a Natura e Avon, (recentemente a Boticário), por meio de revistas. Agora, a Natura criou uma revista digital interativa, sendo muito mais fácil tanto vender como comprar. dessa forma, a revendedora pode divulgar a revista em varios canais, como em suas redes sociais, e enviar a revista digital para amigos no WhatsApp.

6) Venda e entrega de comida

Com mais pessoas pedindo comida por delivery, a alimentação se tornou uma área muito atrativa durante a pandemia. Além disso, as entregas de pedidos também são uma alternativa. Alguns restaurantes, que precisaram trabalhar somente com delivery, viram a sua necessidade de entregadores aumentar.

7) Dê aulas particulares

Com o fechamento das escolas, as crianças e jovens estão recebendo aulas online. Consegue aproveitar seus conhecimentos para ensinar? Ainda, muitos pais trabalham o dia todo e não conseguem acompanhar seus filhos na rotina de estudo e tarefas. Você pode auxiliar a criança ou adolescente a se manter em dia com o conteúdo, na comunicação com os professores e  a manter os pais informados sobre os filhos.

8) Cadastre seu currículo em agências para trabalho remoto

Diferente da plataforma 99 freelas, aonde os clientes fazem a oferta para os freelancers enviares suas propostas, nas agências online para trabalhos remotos existem vagas presenciais e em home office. Mas é você que envia seu currículo, para ser avaliado por quem deseja contratar.

Muitas empresas que precisaram demitir parte dos funcionários precisa agora de trabalhadores temporários para suprir a demanda, até que a economia melhore. A vantagem é que pode até se tornar um trabalho permanente.

9) Venda de itens que não usa mais.

Dê uma boa olhada na sua casa para as muitas coisas que precisa ou não quer mais. Depois, anuncie em sites de vendas de usados como Enjoei, Mercado Livre, Repassa, OLX, até mesmo redes sociais, como o Facebook Marketplace e o Instagram Shop.  A idéia é vender itens que estejam parados dentro de casa com preços mais atrativos do que os comercializados no mercado tradicional. As plataformas cobram uma porcentagem sobre a venda.

10) Hospedagem e passeios de animais

Para quem gosta de animais e dispõe de tempo e espaço em sua casa, serviços de passeio e hospedagem de animais pode dar uma boa renda extra. Existe um aplicativo para este serviço, o DogHero. Mas pode começar oferecendo em seu condomínio mesmo.

Com informações do site: Notícias Concursos