quinta-feira, 15 de abril de 2021

Caixa Construção: Confira TUDO sobre o mais novo financiamento da Caixa Econômica Federal.


 
Foto: Reprodução
No mês de fevereiro de 2020, a Caixa Econômica Federal (CEF) divulgou uma nova modalidade de crédito imobiliário, denominada de Caixa Construção. Esta linha promove uma correção automática nos rendimentos da conta poupança, junto a uma taxa que pode variar entre 3,35% a 3,99% ao ano. 

O cliente também deverá contar com a incidência da Taxa Referencial (TR), que hoje está zerada. A Caixa Construção ficou disponível a partir do mês de março deste ano, permitindo a contratação tanto para a compra de imóveis novos ou usados, quanto para construção e reforma.

A modalidade de crédito é gerenciada através do Sistema Financeiro de Habitação (SFH), utilizando o próprio imóvel que será construído ou reformado como garantia prevista pela alienação fiduciário. 

A modalidade foi promovida após a identificação do recorde de financiamentos imobiliários em 2020 entre a população de classe média. No ano passado, a instituição financeira registrou 2,3 mil novos empreendimentos, totalizando 286,3 mil novas unidades habitacionais.

No que compete aos contratos em execução, estes giram em torno de 6 mil, gerando um total de 786,6 mil unidades em construção. 

Requisitos e benefícios 

Os cidadãos que optarem pela construção ou reforma da residência própria através da Caixa Construção serão contemplados por 420 meses (35 anos) para quitar a dívida, com quota de até 80% meses do valor financiado, sendo que as parcelas não podem ultrapassar a margem de 30% da renda familiar bruta mensal.

Além do mais, também há a possibilidade de fazer a portabilidade do financiamento para demais bancos.

No entanto, para adquirir o financiamento imobiliário por meio do Caixa Construção, é preciso que o solicitante se enquadre nos seguintes requisitos:

Seja brasileiro;
Tenha mais de 18 anos ou seja emancipado com 16 anos completos;
Não esteja inscrito no cadastro de devedores;
Verifique se o lote de interesse para efetivar a construção está legalizado e apto para tal procedimento. 

O cidadão também tem a possibilidade de utilizar o saldo presente nas contas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), para amenizar o valor da dívida.

Funcionamento do Caixa Construção

A modalidade de crédito imobiliário é dividida nas seguintes etapas: 

Simulação: Essa parte é destinada para a inserção dos dados no site, para que seja possível descobrir o valor da prestação, prazo e outras circunstâncias necessárias para financiar a construção da propriedade. É uma maneira de descobrir de forma prévia se, de acordo com o seu perfil e sua situação financeira, consegue contar com o programa para realizar a construção do seu imóvel.

Análise de crédito: Com as documentações pedidas no endereço eletrônico do programa, o próximo passo para solicitar o empréstimo da Caixa para construção é ir até uma agência bancária para conversar com um gerente. Nesta etapa do processo será possível verificar a possibilidade de usar o FGTS e conferir o tipo de crédito que se adequa às características do seu perfil financeiro.

Avaliação de engenharia: Este é o momento em que a instituição financeira avalia o valor e as condições de uso do terreno.

Efetivação do acordo: Se tudo certo nas etapas anteriores, então o contrato deverá ser assinado e reconhecido em um cartório de imóveis para que a liberação do crédito para o financiamento da construção seja de fato validada.

Pagamento das prestações: A etapa final consiste em efetuar o pagamento das parcelas mensais da concessão, podendo ser por débito em conta, pelo site ou aplicativo Habitação Caixa, lotérica ou em uma das agências do próprio banco da Caixa.

Contratação 

Antes de mais nada, é preciso explicar que o crédito imobiliário utiliza o Sistema de Amortização Constante (SAC), responsável por reduzir o valor das parcelas com o decorrer do tempo. O contratante também pode contar com a alternativa do modelo Price com parcelas fixas.

É preciso mencionar que a linha de crédito não é exclusiva para os correntistas da Caixa, estando disponível também para clientes de outros bancos. De acordo com as expectativas da Caixa, cerca de R$ 30 bilhões em contratos por meio desta nova modalidade devem ser firmados.

Os interessados podem fazer a simulação através do site da Caixa ou pelo APP Habitação Caixa

Caso a simulação se mostre favorável e o cidadão decida dar continuidade na contratação, ele deve saber que o procedimento pode ser iniciado pelo próprio aplicativo. Em um correspondente Caixa Aqui, ou uma das agências da Caixa Econômica por todo o país.  

Com informações do site: Rede Brasil News