terça-feira, 6 de abril de 2021

Atrasado do INSS não saiu? Veja quanto você pode receber de indenização


 
Foto: Reprodução
Segurados do INSS com pagamentos em atraso têm direito a restituições. Se você está recebendo algum benefício previdenciário e teve o valor depositado após o tempo máximo do depósito, fique atento. A justiça esclarece que o cidadão tem uma série de direitos que devem ser cumpridos durante o processo de solicitação.

Os pagamentos do INSS estão entre os benefícios federais mais recorridos do país. Diante do grande fluxo de demandas e questões de inviabilização de serviço pela pandemia, há uma série de depósitos em atraso.

Para esse grupo é importante observar o tempo total do envio, que pode resultar em reajustes de valores.

De acordo com cálculos feitos pela Ieprev (Instituto de Estudos Previdenciários), normalmente a população vem esperando cerca de até seis meses para ter os benefícios em suas contas. O atrasado, no entanto, vem gerando uma despesa de aproximadamente R$ 39.972,38 ao INSS por cidadão.

Quanto posso ganhar pelo atraso?
A definição do valor é relativa e varia de acordo com cada caso. É preciso levar em consideração a quantia total atrasada, o tempo de espera e o histórico previdenciário do cidadão.

No caso de um segurado que tenha o direito de receber o teto previdenciário de R$ 6.433,57, o valor acumulado pode chegar na média de R$ 39.972,38, como mencionado acima. Confira abaixo uma simulação das rescisões de acordo com as médias salariais e período atrasado:

Simulação das rescisões


Fonte: Folha de São Paulo

Como funciona o pagamento retroativo no INSS?

A legislação do próprio INSS explica que o pagamento em atraso deve ser feito de forma retroativa. Ou seja, a contabilidade total passa a ser efetivada a partir do dia em que o benefício foi solicitado, aquilo que o órgão chama de entrada de requerimento.

Já o tempo total da avaliação fica a encargo do INSS. Ou seja, quanto maior a demora, mais alto será o valor a ser quitado. É importante ressaltar que cada benefício apresenta um tempo mínimo de espera, que varia entre 30 e 120 dias a depender do tipo de solicitação.



Com informações do site: FDR