terça-feira, 30 de março de 2021

Veja qual será o auxílio emergencial 2021 para mãe solteira


 
Foto: Reprodução
Neste ano, o auxílio emergencial será pago em quatro parcelas no valor de R$ 150, R$ 250 e R$ 375. As mulheres chefes de família devem receber o maior valor, no entanto a quantia é reduzida em comparação aos pagamentos do ano passado. Nota-se também que o auxílio emergencial para mãe solteira só será devido para as beneficiárias que receberam o dinheiro no ano passado.

A nova rodada do benefício já foi regulamentada e deve chegar a cerca de 45,6 milhões de famílias. Entre os contemplados pelo auxílio estão os trabalhadores informais de baixa renda, os integrantes do Bolsa Família e os inscritos no Cadastro Único.

Qual o valor do auxílio emergencial para mãe solteira em 2021?
O valor da nova rodada do benefício varia de acordo com a composição da família que vai receber. As mães chefes de família devem pegar parcelas de R$ 375, a maior quantia estabelecida para 2021. Já no caso de pessoas que moram sozinhas o benefício será de R$ 150. Para o restante dos cidadãos que têm direito ao benefício o pagamento será no valor de R$ 250.

No caso da mãe solteira deve-se considerar a mulher provedora de família monoparental, ou seja, que chefia um grupo familiar sem cônjuge ou companheiro, e com ao menos uma pessoa menor de 18 anos de idade.

O auxílio emergencial para mãe solteira em 2021 e para os demais beneficiários deve ser pago em quatro parcelas mensais. Com pagamentos sendo iniciados em abril.

Nota-se que o valor da nova rodada do benefício é menor do que o verificado no ano passado, quando as mães solteiras puderam receber R$ 1.200. Então confira a comparação do benefício que será pago neste ano, com o que foi depositado em 2020 para a mulher provedora de família monoparental.

Como foi em 2020:

Mulheres chefes de família tiveram direito a duas cotas do auxílio emergencial e residual, com valor de R$ 1.200 e R$ 600;
As beneficiárias receberam cinco parcelas do auxílio emergencial de R$ 1.200 e até quatro parcelas do auxílio residual de R$ 600.

Como será em 2021:

Mulheres chefe de família terão direito a parcelas mensais de R$ 375;
As beneficiárias vão receber quatro parcelas a partir do mês de abril.

Quantas pessoas por família podem receber o auxílio?
No pagamento do auxílio emergencial de 2021, apenas uma pessoa da família pode receber o dinheiro, mesmo que mais de um integrante se encaixe nos critérios do benefício.

Dessa forma, em situações como essa a pessoa beneficiária será definida de acordo com uma ordem de prioridade. Em primeiro lugar está a mulher provedora de família monoparental. Em seguida, usa-se a data de nascimento mais antiga, e, para fins de desempate, do sexo feminino. Por fim, caso seja necessário deve-se verificar a ordem alfabética do primeiro nome para fins de desempate.

Como vai ocorrer o pagamento?
O pagamento do auxílio emergencial para mãe solteira ocorrerá da mesma forma do ano passado. Então, as beneficiárias devem receber as quatro parcelas de R$ 375 por meio de depósito em poupança social digital.

Essa conta digital é da Caixa Econômica Federal e pode ser acessada pelo aplicativo Caixa Tem. Nessa plataforma, a trabalhadora consegue fazer pagamento de contas domésticas e boletos, bem como compras online através do cartão de débito virtual. Também há a possibilidade de realizar transferências e tirar extratos.

Além disso, a Caixa liberou a opção de atualizar o cadastro no aplicativo. Essa ação não é obrigatória para recebimento do auxílio emergencial, mas deve ajudar a trazer maior segurança e evitar fraudes.

Quais mães solteiras vão receber o benefício neste ano?
Somente as mães solteiras que receberam o auxílio emergencial no ano passado podem pegar o benefício em 2021. Ademais, é necessário cumprir os demais critérios descritos na Medida Provisória nº 1.039, que instituiu a nova rodada do benefício.

Entre as regras está o limite da renda familiar. Para receber o auxílio emergencial para mãe solteira em 2021, a renda familiar por pessoa não deve passar de meio salário mínimo por mês, ou seja, R$ 550. Enquanto a renda familiar total não pode ser maior do que três salários mínimos por mês, ou seja, R$ 3.300.

Nota-se ainda que, as mães solteiras que tiveram o benefício cancelado no ano passado ou que se inscreveram no programa e não foram consideradas elegíveis, não poderão receber o auxílio neste ano.

Como consultar o pagamento do auxílio emergencial para mãe solteira em 2021?
Para saber se vai ou não receber o benefício neste ano, a mãe chefe de família pode fazer uma consulta online no site da Dataprev. O procedimento é simples e poderá ser feito a partir do dia 1º de abril, quando se finalizar a análise dos novos beneficiários.

Para consultar é preciso acessar o Portal de Consultas da Dataprev e preencher os campos solicitados com os dados de: CPF, nome completo, nome da mãe e data de nascimento. Por fim, basta clicar em “Enviar” para conferir se deve receber o benefício neste ano.

Com informações do site: DCI