domingo, 14 de março de 2021

O que é teto do INSS?


 
Foto: Reprodução
O que é INSS?
INSS quer dizer “Instituto Nacional do Seguro Social”, pois, é ele que efetua o pagamento da aposentadoria e outros tipos de benefícios para os cidadãos brasileiros que fazem suas contribuições de forma correta.  

O recolhimento deste imposto tem o objetivo de gerar receita para a Previdência, fazendo com que todos tenham direito a benefícios previdenciários. 

Vamos citar abaixo o que a Previdência Social proporciona aos segurados:

Aposentadoria por idade e invalidez;
Aposentadoria por tempo de contribuição;
Auxílio-doença;
Pensão por morte;
Auxílio-reclusão;
Auxílio-acidente;
Salário-família;
Salário maternidade. 
O que é teto do INSS?
O próprio nome já diz, teto do INSS, ou seja, o maior valor que o segurado pode receber como benefício, o mesmo também é conhecido como teto da aposentadoria. 

Por que existe o teto do INSS? 
Ele existe para conter os gastos com a Previdência Social, para impor limites e respeitar a capacidade do sistema. 

Respeitando esta regra o segurado poderá receber o valor máximo, porém o valor não pode ser superior ao teto. 

Qualquer pessoa pode contribuir para o INSS? 
Existem os contribuintes: 

Obrigatórios;
Facultativos.
Qualquer pessoa que exerça alguma atividade laboral remunerada e tenha a carteira assinada é obrigado a contribuir, esses são os segurados obrigatórios de carteira assinada pelo regime da CLT. 

Os segurados facultativos são pessoas que exercem suas atividades laborais sem ter a carteira assinada, seja empresário ou autônomo ou até mesmo donas de casa.

Valor do Teto INSS 2021
O INSS sofreu reajuste de 5,45% de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor, o salário mínimo neste ano de 2021 foi para R $1.100 reais, logo as aposentadorias e pensões também tiveram reajuste, portanto o teto da aposentadoria, de R $ 6.101,06 foi para R $ 6.433,57. 

Você sabe como é feita a contribuição para o INSS? 
Este recolhimento vai depender do tipo de contribuinte que você é e do trabalho que você exerce. 

Se você exerce suas atividades laborais como empregado de uma empresa, logo a mesma é responsável por realizar o recolhimento do funcionário.

Em caso dos autônomos e segurados facultativos, eles precisam realizar a inscrição na Previdência Social e gerar a sua própria guia para recolhimento. 

Com informações do site: Jornal Contábil