sábado, 27 de março de 2021

Mito ou verdade: Quem está com o nome sujo pode receber o auxílio emergencial?


 
Foto: Reprodução

A seleção dos novos beneficiários do auxílio emergencial já teve início e pode excluir milhões de brasileiros da lista de contemplados. Isso porque serão adotados critérios de escolha mais rígidos, sobretudo para evitar fraudes e pagamentos indevidos.

Um dos requisitos de seleção envolve a situação do CPF. Neste caso, é fundamental que o cidadão esteja com ele regularizado junto à Receita Federal. Isso significa que ele não pode estar suspenso ou bloqueado no órgão.

Ademais, é importante reforçar que irregularidades advindas de negativações junto ao SPC e Serasa, por exemplo, não são consideradas premissas para a concessão dos recursos.
Ou seja, mesmo negativados têm direito à ajuda caso estejam elegíveis.

Sem inscrições para este ano, o auxílio emergencial será repassado para um total de 45,6 milhões de beneficiários que fizeram parte do programa previamente em 2020. Dentre os requisitos básicos para continuar recebendo o dinheiro, o cidadão não pode atuar com carteira assinada, receber renda mensal per capita acima de meio salário mínimo (R$ 550) ou renda familiar mensal total superior a três salários (R$ 3.300).

Com informações do site: edital concursos brasil