domingo, 28 de março de 2021

Marinha abre novo concurso público com 750 vagas


 
Foto: Reprodução
A Marinha do Brasil anunciou um novo concurso público com 750 vagas destinadas ao Curso de Formação de Marinheiros para a Ativa (C-FMN), que será conduzido nas Escolas de Aprendizes-Marinheiros (EAM), em nível nacional.

Para concorrer, é necessário que o candidato seja do sexo masculino, possua idade entre 18 a 22 anos, bem como não seja casado ou não ter constituído união estável. É preciso também ter concluído com aproveitamento ou estar em fase de conclusão do terceiro ano do ensino médio.

Os candidatos selecionados terão, durante o curso, alimentação, uniforme, assistência médica e odontológica, psicológica, social e religiosa, além da bolsa-auxílio atinente à sua graduação, no valor total de R$ 1.303,90.

Inscrições e etapas

As inscrições do concurso da Marinha vão iniciar às 8h de 24 de maio até e seguem até 13 de junho de 2021,  por meio do site do Ingresso da Marinha.
A taxa de inscrição é de R$ 40.

Os candidatos serão avaliados por: prova escrita objetiva; verificação de dados biográficos (VDB); inspeção de saúde; teste de aptidão física de ingresso (TAF-i); avaliação psicológica (AP); verificação de documentos (VD); e procedimento de heteroidentificação complementar à autodeclaração (PH).

A prova objetiva tem data prevista para a segunda quinzena de julho de 2021, local e horário a serem divulgados posteriormente e consistirá em 50 questões que envolvem as matérias de matemática, língua portuguesa, ciências e inglês.

Após classificados, os candidatos serão convocados para o curso, sob regime de internato, que terá duração total de 48 semanas.

Os exames ocorrerão nas seguintes cidades: Rio de Janeiro (RJ); São Pedro da Aldeia (RJ); Angra dos Reis (RJ); Nova Friburgo (RJ); Vila Velha (ES); Salvador (BA); Natal (RN); Olinda (PR); Paranaguá (PR); Fortaleza (CE), Belém (PA);  Santana (AP); Parnaíba (PI); Santarém (PA); São Luís (MA); Rio Grande (RS); Porto Alegre (RS); Florianópolis (SC); Ladário (SC); Brasília (DF); São Paulo (SP); Manaus (AM) e Santos. (SP).


Com informações do site: correioweb