segunda-feira, 1 de março de 2021

INSS: Como consultar seu extrato de contribuições


 
Foto: Reprodução
A contribuição para a Previdência Social garante o acesso à pensões, auxílios e benefícios como a tão sonhada aposentadoria.

Mas para se organizar e saber quando você pode pedir tais recursos, é preciso acompanhar o seu tempo de contribuição ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). 

Porém, muitas pessoas desconhecem a forma de verificar quantas contribuições foram feitas ao longo da vida.

Então, saiba que você pode ter acesso à essa informação de uma forma bem simples: por meio do extrato de contribuições do INSS.
Se esta é sua dúvida e você quer saber como ter acesso a esse documento e qual a sua importância, continue conosco, pois, neste artigo vamos te contar tudo sobre o extrato de contribuições.
 

Extrato de Contribuições 
Mas antes, é necessário ressaltar que ele também é conhecido como extrato previdenciário e nele constam todos os dados que são registrados no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS). 

Nele é possível encontrar informações do empregador, além do período trabalhado e todas as remunerações que foram recebidas pelo trabalhador, além das contribuições realizadas para a Previdência Social, seja na condição de contribuinte individual ou prestador de serviço que se refere aos trabalhadores que atuam em atividades econômicas por conta própria. 

Como obter?
A boa notícia é que você não precisa ir até uma agência para solicitar o extrato previdenciário.

Ele pode ser emitido pela internet, então tenha em mãos os seus documentos pessoais como RG e CPF, além de procuração ou termo de representação legal, se houver.

Veja as opções para ter acesso ao documento:

Meu INSS
Para emitir o documento pela plataforma Meu INSS, o segurado deve  se cadastrar e registrar uma senha.
Depois, é necessário validar alguns dados apresentados pelo INSS, e assim, você receberá um código de confirmação do cadastro  por mensagem SMS no celular ou por e-mail.

Então, utilize ele para ativar a sua conta. 

Depois, acesse o Meu INSS e busque pela opção “Extrato de Contribuição (CNIS)” e verifique todos os vínculos empregatícios, tempo de atividade em cada um deles, salários e contribuições.

Além de acessar pela internet, é possível imprimir o documento.

Para isso, baixe o arquivo em PDF. 
Atendimento presencial
Para aqueles que preferem atendimento presencial, é necessário verificar se a unidade próxima à você está funcionando devido à pandemia.

Depois, acesse o portal do Meu INSS ou aplicativo e informe seus dados.

Feito isso, clique em “Novo requerimento” e pesquise pelo  “extrato”.
 

Depois, basta ir até a agência do INSS no dia e horário que foi agendado.

Não se esqueça de levar seus documentos pessoais e carteira de trabalho. 

Correntistas
Também é possível tirar seu extrato previdenciário junto à  Caixa Econômica e Banco do Brasil.
Para isso, é preciso ser correntista dos referidos bancos e consultar o extrato pelo caixa eletrônico ou ainda nos serviços oferecidos pela internet.

Em caso de dúvidas, consulte o gerente do seu banco.

Imposto de Renda 
Os aposentados e pensionistas que precisam declarar o imposto de renda em 2021, também precisam incluir os rendimentos que recebem do INSS na sua declaração.

Então, você pode obter o extrato previdenciário que neste caso é específico para o IRPF. 

Nele estão todas as informações e valores que foram recebidos pelo beneficiário do INSS.

O acesso ao documento é bastante parecido com os demais extratos que mencionamos no texto.

Desta forma, o segurado deve acessar a plataforma Meu INSS , seja no celular ou computador e realizar seu cadastro ou login.

Depois, é só seguir os seguintes passos: 

Clique na opção “Extrato de Imposto de Renda”; 
No campo “Ano Calendário”, selecione 2021;
Clique no nome do beneficiário; 
Verifique os dados do documento emitido;
Salve o arquivo em PDF para utilizar em sua declaração. 
Em caso de dúvidas sobre o extrato, o INSS disponibiliza o telefone 135 para o segurado que poderá acionar a Central de Atendimento.
Neste caso, será preciso informar apenas o CPF e confirmar seus dados de cadastro.

Lembre-se que essas ligações são gratuitas a partir de telefones fixos e públicos.

Com informações do site: jornal contabil