domingo, 21 de março de 2021

Importância da atualização do Caixa Tem em 2021


 
Foto: Reprodução
O período de atualização do cadastro no aplicativo da Caixa Econômica Federal, Caixa Tem, já está acontecendo. O banco orienta que todos os usuários da plataforma incluam a documentação solicitada. O objetivo da ação é evitar golpes relacionados aos pagamentos de benefícios.

A Caixa também informou que a atualização dos cadastros não é obrigatória e caso o cidadão não atualize ou não consiga seguir a orientação, não será impedido de receber os benefícios, como auxílio emergencial e Bolsa Família.
Portanto, o processo é uma medida para aumentar a segurança dos clientes e evitar fraudes ou tentativas de golpes.

Usuários reclamam de erros no Caixa Tem
As reclamações sobre os problemas nos canais digitais da Caixa não começaram devido a atualização. Segundo o site Downtetector, na primeira semana de março, o banco recebeu milhares de críticas pelo impedimento de acessar as plataformas.

Sobre a atualização cadastral no Caixa Tem, os usuários reclamam que durante o procedimento, uma tela branca aparece, informando através de um pop-up alerta que as informações não foram carregadas.

Veja o calendário para atualização dos dados
Confira a data para cada atualização abaixo:

14 de março: nascidos em janeiro
16 de março: nascidos em fevereiro
18 de março: nascidos em março
20 de março: nascidos em abril
22 de março: nascidos em maio
23 de março: nascidos em junho
24 de março: nascidos em julho
25 de março: nascidos em agosto
26 de março: nascidos em setembro
29 de março: nascidos em outubro
30 de março: nascidos em novembro
31 de março: nascidos em dezembro
Como fazer a atualização
A atualização é feita totalmente com o uso do celular, para evitar que o beneficiário se desloque até uma agência do banco. Para isso, basta acessar o app e seguir as orientações, clicando na opção “Atualize seu cadastro”. Em seguida, a Caixa pede foto do beneficiário e documentos pessoais.

Confira o que se pede:

CNH ou RG
Comprovante de residência
Foto do beneficiário com um dos documentos
Golpes
A liberação do benefício do FGTS no ano passado foi marcada pela quantidade de golpes, que muitas vezes aconteciam antes mesmo de o beneficiário conseguisse acessar a conta digital. Por isso, a Caixa explica que essa medida de atualização cadastral foi feita para garantir uma segurança a mais e evitar novos golpes. O procedimento também servirá para ajudar na seleção das pessoas que realmente irão se enquadrar no novo auxílio emergencial.

Novo auxílio emergencial
A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) Emergencial foi promulgada. O texto estabelece medidas de ajuste fiscal que viabilizam a volta do auxílio emergencial.

Com isso, uma Medida Provisória deve ser editada para definir todas as condições do benefício. O que se sabe até o momento, é que existe uma previsão, de acordo com o Ministério da Economia, que os valores da nova rodada irão variar de R$ 150 a R$ 375, como uma média de R$ 250.
De acordo com Paulo Guedes, ministro da Economia, a distribuição será assim:

Para a família monoparental chefiada por mulher: R$ 375;
Casal: R$ 250;
Homem sozinho: R$ 150.
No entanto, como a Medida Provisória ainda não foi editada, o auxílio ainda não tem uma data definida para iniciar os pagamentos. A expectativa, é que as parcelas sejam liberadas a partir da primeira semana de abril.

Com informações do site: NOTICIASCONCURSOS