quarta-feira, 31 de março de 2021

Governo confirma pagamento do auxílio emergencial a partir do dia 6 de abril


 
Foto: Reprodução

Segundo o ministro da Cidadania, João Roma, o auxílio emergencial, no valor de R$ 250,00 começa a ser pago a partir da próxima terça-feira, dia 6 de abril, em 4 parcelas.

O anuncio foi feito nesta quarta-feira (31), em entrevista coletiva ao lado do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Ele disse que o pagamento será destinado ao “brasileiro mais vulnerável” e terá o valor de R$ 250 por família, com valores diferenciados para famílias comandadas por mulheres (R$ 375) e para pessoas que moram sozinhas (R$ 150).

De acordo com o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, para evitar aglomeração, o primeiro pagamento será feito por contas digitais. Saques serão liberados posteriormente.

Quais são as regras para receber ao auxílio emergencial 2021?

45,6 milhões de família/pessoas do Cadastro Único e do programa Bolsa Família
A renda por pessoa da família não pode passar de até meio salário mínimo (R$ 550)
A renda total do grupo familiar deve ser de até três salários mínimos (R$ 3.300)

Só será permitida o pagamento de uma cota por família

Ter mais de 18 anos

Não ter emprego formal

Não ter tido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2019 ou rendimentos isentos acima de R$ 40 mil naquele ano

Não ser dono de bens de valor superior a R$ 300 mil fim de 2019

Estão excluídos os residentes médicos, multiprofissionais, beneficiários de bolsas de estudo, estagiários e similares

Ficam de fora também as pessoas que receberam qualquer tipo de benefício previdenciário, assistencial ou trabalhista ou de transferência de renda do governo em 2020, com exceção do Bolsa Família e abono salarial.

Com informações do site:  jornalcontabil