domingo, 14 de março de 2021

ESTES bancos oferecem empréstimo consignado para aposentados do INSS


 
Foto: Reprodução
Brasileiros passam a recorrer ao empréstimo consignado como alternativa para sair da crise. Nessa semana, o governo federal informou que estará ampliando o limite do crédito para servidores e segurados do INSS que quiserem aderir um consignado. A decisão foi confirmada pelo presidente Jair Bolsonaro e deverá resultar no crescimento do serviço.

O empréstimo consignado é visto como uma ótima oportunidade para quem desejar dar entrada em uma linha de crédito. Por ter os valores mensais diretamente descontado do salário do contratante, apresenta a menor taxa de juros do mercado, em comparação com as demais categorias.

Quem pode solicitar um empréstimo consignado?
O contrato pode ser feito por servidores públicos ou segurados do INSS que recebam salários mensais vinculados ao governo federal.

Isso porque, o pagamento é descontado diretamente do salário, sem que o cidadão pague com atrasos.

A mais recente edição no programa aumentou o valor do teto orçamentário a ser comprometido. Anteriormente o cidadão só poderia pedir um empréstimo desde que a parcela comprometesse até 35% de seu salário. Agora o limite é de 40%, sendo 5% destinado ao cartão de crédito.

Caixa Econômica Federal (CEF)
Os clientes da Caixa Econômica Federal podem ter acesso ao empréstimo consignado com taxas de juros a partir de 1,45% ao mês. O serviço vem sendo ofertado para Aposentados e Pensionistas que usem o cartão Caixa Simples.

Para contratar a margem de crédito, basta entrar em contato com seu agente bancário e saber as ofertas disponíveis de acordo com sua fonte de renda.

Banco Bradesco
No Bradesco, o consignado por ser contratado por Aposentados e Pensionistas do INSS. O valor da taxa de juros é em média de 1,62%, sendo a primeira parcela contabilizada apenas 90 dias depois da solicitação e o contrato total encerrado em até 8 anos desde que as parcelas sejam fixadas.

Banco do Brasil
No Banco do Brasil o serviço está disponível para os segurados do INSS que já são clientes da marca. O crédito pode ser pago em até 180 dias e a taxa de juros varia de acordo com a situação econômica do banco e do seu contratante. O tempo de carência nesse caso é de seis meses desde a validação do pagamento.

Banco Itaú
No Itaú as taxas de juros variam entre 1,66 ao mês e 21,84% ao ano. A solicitação pode ser feita pelos clientes vinculados ao governo federal e o pagamento é quitado em até 84 meses com parcelas fixas.


É importante ressaltar que clientes de outros bancos também podem fazer o empréstimo pelo Itaú.

Banco Santander
No Santander o juros é de 1,07% por mês e a aprovação prioritária é para os aposentados e pensionistas vinculados ao INSS.

O pagamento também é feito de forma automática, vinculado a folha salarial do cidadão e o tempo total do contrato varia de acordo com o valor solicitado.

Banco BMG
No BMG, os juros e os prazos de pagamento são modificados de acordo com o valor e fonte de renda do contratante. É preciso cumprir a margem e 40% do comprometimento salarial e a linha de crédito tende a ficar disponível em até 48h depois da assinatura do contrato.

Banco Inter
No Inter o juros é de 1,30% ao mês e as taxas são pré fixadas sem alterações. O tempo total do contrato pode ser de até 84 meses, ou seja, 8 anos, com parcelas iguais. A carência é de seis meses após o recebimento.

Banco Safra
Por fim, os clientes do banco Safra também podem solicitar. É preciso estar vinculado ao INSS e ter atualização mensal na folha de pagamento, tendo em vista o desconto automático.


O juros varia aproximadamente em 1,52% ao mês e o prazo de pagamento vai de 24 a 84 meses. Já as parcelas são fixas e não sofrem alteração até o fim do contrato.


Com informações do site: FDR