terça-feira, 23 de março de 2021

Concurso Bombeiros RJ temporários: PGE avalia edital com 3 mil vagas


 
Foto: Reprodução

O Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) tem expectativa de abrir um novo edital em breve. Previsto desde fevereiro, o concurso ainda não saiu por conta de alguns trâmites no processo de aprovação por parte de órgãos fiscais. O edital já deveria ter sido divulgado, mas a PGE atrasou esse cronograma, conforme revelaram fontes internas. As informações são do site Folha Dirigida.

Uma atualização nos processos demonstra que a minuta do edital foi atualizada no dia 23 de fevereiro. Desde então o documento é avaliado pela Secretaria da Fazenda do Estado e pela PGE, incluindo ainda a Comissão de Acompanhamento do Regime de Recuperação Fiscal.

Segundo o Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, o processo para o “lançamento do edital está em andamento”.

A organizadora do concurso será a Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Assistência ligada à Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Funrio).

O comandante do CBMERJ, coronel Roberto Robadey Jr., falou sobre o edital a ser publicado, requisitos e como devem ocorrer as próximas seleções para temporários. De acordo com ele, esse já é um modelo adotado em muitos países.

“O Brasil tem esse modelo, que não está de acordo com uma função que exige vigor físico. Na maior parte do mundo, eles são voluntários enquanto têm disposição e passam nos testes”, revelou.

Edital com 3 mil vagas
Agora, com a aprovação da lei, que permite o ingresso de temporários no Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, a corporação já trabalha para a publicação do primeiro edital, nesse modelo.

De acordo com o comandante, o estado “está correndo com esse edital”. Ao todo, estão previstas 3 mil vagas, em todo o estado.

“Serão distribuídas 40 vagas por para cada grupamento, que são quarteis maiores, e 12 vagas para cada destacamento”, revelou.

As vagas, neste primeiro momento, serão oferecidas para soldados temporários. Sendo assim, serão exigidos os mesmos requisitos do último, como, por exemplo, o nível médio completo; idade mínima de 18 e máxima de 25 anos e oferta para ambos os sexos. Ainda não foi informado se o certame vai exigir altura mínima.

Os aprovados vão contar, no primeiro ano, com um salário mínimo, passando para o valor de um soldado bombeiro militar, a partir do segundo ano.

A princípio, o setor de finanças do Estado não deve impedir a abertura do concurso, uma vez que, conforme informou o comandante, o militar temporário não ocupa as vagas dos concursados.

“A corporação só pretende demonstrar (ao Conselho) que tem recursos para custear esses militares por um ano. Hoje, com as restrições, nós teremos recursos para pagar, por um ano, 9 mil militares. Se no ano que vem nós não tivermos os recursos, dispensaremos todos. Esse modelo não está amarrado pelas restrições do Regime de Recuperação Fiscal”, disse o comandante.

O concurso Bombeiros RJ
As vagas de Soldado do concurso serão oferecidas para Soldado nas áreas de combatente, motorista (combatente com CNH tipo B), guarda-vidas e técnicos de enfermagem e socorrista.

Para Oficial Temporário, na área da Saúde, as chances são para médico (diversas especialidades); enfermeiro, assistente social, nutricionista, psicólogo, fisioterapeuta e fonoaudiólogo.

Já a escolaridade para oficial vai exigir nível superior completo, com graduação na área de interesse. No caso dos médicos especialistas, será preciso ter a especialidade correspondente.

As vagas do cargo de Soldado Temporário vai requisitar nível médio completo. Nos casos das oportunidades para técnicos de enfermagem, o curso técnico na área será exigido.

São esperados até 100 mil inscritos no processo seletivo, que contará com duas etapas de seleção dos candidatos.
A primeira delas será a prova objetiva, com 50 questões para soldados e 60 para oficiais temporários. O exame deverá ocorrer 60 dias após a divulgação do edital.

A previsão é de que as disciplinas variem conforme a carreira e especialidade escolhidas pelo candidato. Nesse caso, a avaliação terá a seguinte distribuição:

Médico socorrista

15 questões de Língua Portuguesa; e
45 de Conhecimentos de Medicina e Medicina de Emergência.
Médico (demais especialidades)

15 questões de Língua Portuguesa;
20 de Conhecimentos de Medicina e Medicina de Emergência; e
25 questões específicas da área da Medicina correspondente.

Enfermeiro, assistente social, nutricionista, psicólogo, fisioterapeuta e fonoaudiólogo

15 questões de Língua Portuguesa; e
45 específicas da área correspondente.

Soldado combatente e motorista

15 questões de Língua Portuguesa;
15 questões de Matemática; e
20 questões de Raciocínio Lógico.

Soldado técnico de enfermagem e socorrista

15 questões de Língua Portuguesa;
dez questões de Matemática; e
25 questões de Conhecimentos Específicos.

Soldado guarda-vidas

15 questões de Língua Portuguesa;
15 questões de Matemática; e
20 questões de Raciocínio Lógico.

Os aprovados na etapa anterior realizarão o Teste de Aptidão Física (TAF). As etapas devem ser aplicadas em todo o Estado do Rio de Janeiro, de forma regionalizada.

Com informações do site:  noticiasconcursos - Saulo Moreira