terça-feira, 30 de março de 2021

Caixa lançou o mais novo programa habitacional com R$ 0 de entrada ; Confira os detalhes .


 
Foto: Reprodução

A Caixa Econômica Federal pretende lançar um novo programa habitacional que promete equilibrar o mercado imobiliário. Com o novo programa, o cidadão pode comprar um imóvel sem entrada e com chance de pagamento em até 35 anos.


O objetivo do novo serviço é facilitar a compra da casa própria para milhões de brasileiros. Segundo dados da Fundação João Pinheiro, cerca de 5,88 milhões de casas estão em déficit no Brasil.

Esse número representa 8% das casas do país em quatro anos.


Os dados indicam que 3 milhões são cidadãos que pagam aluguel acima de 30% da renda familiar, 1,35 milhão são de casas divididas por mais de uma família e 1,48 milhão estão em situação precária.
Nesse cenário, a nova medida da instituição torna-se essencial em meio à crise econômica.


Liberação de até R$ 100 mil via empréstimo

O cidadão que tem o CPF negativo pode sofrer inúmeras dificuldades na obtenção de um empréstimo nas instituições financeiras do país. No entanto, para quem está inadimplente, a Caixa Econômica Federal libera uma concessão de crédito gratuita sem consulta ao SPC e Serasa.

De acordo com informações da instituição, a modalidade de empréstimo é destinada àqueles com o nome negativo. Nesse caso, a Caixa libera um crédito gratuito de até 100.000 reais. Para garantir o pagamento, o banco aceita a penhora de bens e o FGTS.



Saiba como cada um dos modelos de garantia funciona.



Penhor

Na penhora, o banco, nesta garantia de pagamento, faz a penhora de um bem de valor equivalente.



Este tipo de garantia é um dos métodos mais acessíveis e fáceis de aprovar. O valor do empréstimo, nesta condição, é calculado com base em 85% do valor de mercado do imóvel anexo.

O banco aceita joias de ouro de pelo menos 12 quilates, metais nobres, relógios, pérolas e outros bens como uma promessa.



Se as parcelas não forem pagas pelo devedor, mais inadimplência é gerada para o cliente e o compromisso é leiloado.



Garantia do FGTS

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), no qual a Caixa é gestora de pagamentos, também pode ser utilizado como garantia para o pagamento do empréstimo.

Nesse caso, a inadimplência das parcelas é resolvida com o saque direto do FGTS do valor correspondente à dívida.


Nesse modelo, o valor concedido é de 10% do saldo disponível na conta do fundo e 40% da multa quando houver demissão sem justa causa.



A empresa, para solicitação, deve ter aderido ao serviço. Nesse caso, o cidadão deve entrar em contato com o Setor de Departamento Pessoal (DP) ou Recursos Humanos (RH) para buscar mais informações.




Com informações do site:  redebrasilnews