domingo, 14 de março de 2021

Bolsa Família terá NOVO lote de pagamentos em 4 dias; veja quem recebe


 
Foto: Reprodução
Calendário de março do Bolsa Família
Segundo o calendário divulgado pela Caixa Econômica Federal, que liberou o cronograma com datas do programa Bolsa Família, os cadastrados começarão a receber as parcelas do benefício a partir do dia 18 de março (quinta-feira) e seguirão até o dia 31 (quarta-feira).

os inscritos que tem Número de Identificação Social com final 1 – dia 18 (quinta-feira);
aqueles cujo NIS termina em 2 – dia 19 (sexta-feira);
os inscritos que tem NIS com final 3 – dia 22 (segunda-feira);
aqueles cujo NIS termina em 4 – dia 23 (terça-feira);
os inscritos que tem NIS com final 5 – dia 24 (quarta-feira);
aqueles cujo NIS termina em 6 – dia 25 (quinta-feira);
os inscritos que tem NIS com final 7 – dia 26 (sexta-feira);
aqueles cujo NIS termina em 8 – dia 29 (segunda-feira);
inscritos que tem NIS com final 9 – dia 30 (terça-feira);
por fim, de acordo com o calendário de março do Bolsa Família vão receber no dia 31 (quarta-feira) os inscritos que tem NIS com final 0.

Pagamentos do Bolsa Família
O pagamento será realizado para famílias de baixa renda, ou seja, com renda mensal de até R$ 89 por pessoa; pobres: com renda mensal de até R$ 178 por pessoa, mas que incluam gestantes ou crianças e adolescentes de até 18 anos.

O benefício começa em R$ 89 mensais e pode ter parcelas adicionais de: R$ 41 para crianças, adolescentes e gestantes; R$ 48 para adolescentes de 16 ou de 17 anos. O valor total do pagamento não pode ultrapassar R$ 372 por família.

As parcelas mensais liberadas ficarão disponíveis para saque durante 90 dias após a data indicada no calendário. Dessa forma, os beneficiários podem conferir no extrato de pagamento a “Mensagem Bolsa Família”, com o valor do benefício.

Atualmente, o programa Bolsa Família atende 14 milhões de famílias, pagando todos os meses conforme o número final de Identificação Social (NIS). Sem mudanças, os depósitos continuarão nos dez últimos dias úteis do mês.
 
O valor de cada benefício é de R$ 41,00 e cada família pode acumular até 5 benefícios por mês, chegando a R$ 205,00. O benefício é destinado às famílias que tenham em sua composição, crianças e adolescentes de 0 a 15 anos de idade.

No fim de 2020, a CAIXA, gestora de pagamentos do programa, iniciou o processo de migração dos beneficiários que ainda não usam o Cartão Cidadão para a conta poupança social digital. Criada com o advento do auxílio emergencial, a poupança digital permite o pagamento de boletos e contas domésticas como água e luz.

Além disso, a Caixa permite que o trabalhador realize compras com o cartão de débito virtual, usado o código QR (versão avançada do código de barras) em lojas físicas que aderiram o recebimento de pagamento por essa função.
 
Em fevereiro, a Caixa começou a abertura de contas poupança digitais para os beneficiários com o NIS final 3, 4 e 5. Em março, o NIS final 1 e 2, além dos Grupos Populacionais Tradicionais Específicos (GPTE) que estão incluídos indígenas, quilombolas, ribeirinhos, extrativistas, pescadores artesanais, comunidades tradicionais, agricultores familiares, assentados, acampados e moradores de rua.

Com informações do site: Notícias Concursos