terça-feira, 2 de fevereiro de 2021

NIS final 2 recebe salário de aposentadoria e pensões do INSS nesta terça (2)


 
Foto: Reprodução
A aposentadoria e pensões do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) começaram a ser pagas ontem, segunda-feira (01). Desta maneira, nesta terça-feira (02) será a vez dos beneficiários que possuem o NIS finalizado em 2.

Nesta terça-feira, o INSS realiza o pagamento dos beneficiários que recebem mais de um salário mínimo. Esse será o primeiro pagamento com o reajuste salarial e seguirá até a próxima sexta-feira (05).

O Instituto possui duas categorias de pagamentos: quem recebe um salário mínimo e quem recebe mais de um salário. O primeiro grupo começou a receber no dia 25 de janeiro e os pagamentos continuam até o dia 05 de fevereiro.

O segundo grupo começou a receber na segunda-feira e, também, segue até a próxima sexta. O calendário divide os beneficiários, com base no final do NIS, iniciando pelo 1 até o 0, podendo ser um número ou dois por dia.

Calendário de pagamento de aposentadoria e pensões do INSS de quem recebe um salário
Final 125/1; 22/2; 25/3; 26/4; 25/5; 24/6; 26/7; 25/8; 24/9; 25/10; 24/11 e 23/12
Final 226/1; 23/2; 26/3; 27/4; 26/5; 25/6; 27/7; 26/8; 27/9; 26/10; 25/11 e 27/12
Final 327/1; 24/2; 29/3; 28/4; 27/5; 28/6; 28/7; 27/8; 28/9; 27/10; 26/11 e 28/12
Final 428/1; 25/2; 30/3; 29/4; 28/5; 29/6; 29/7; 30/8; 27/9; 28/10; 29/11 e 29/12
Final 529/1; 26/2; 31/3; 30/4; 31/5; 30/6; 30/7; 31/8; 30/9; 29/10; 30/11 e 30/12
Final 61º/2; 1º/3; 1º/4; 3/5; 1º/6; 1º/7; 2/8; 1º/9; 1º/10; 1º/11; 1º/12 e 3/1/2022
Final 71º/2; 1º/3; 1º/4; 3/5; 1º/6; 1º/7; 2/8; 1º/9; 1º/10; 1º/11; 1º/12 e 3/1/2022
Final 8 3/2; 3/3; 6/4; 5/5; 4/6; 5/7; 4/8; 3/9; 5/10; 4/11; 3/12 e 5/1/2022
Final 94/2; 4/3; 7/4; 6/5; 7/6; 6/7; 5/8; 6/9; 6/10; 5/11; 6/12 e 6/1/2022
Final 05/2; 5/3; 8/4; 7/5; 8/6; 7/7; 6/8; 8/9; 7/10; 8/11; 7/12 e 7/1/2022

Calendário de pagamento de aposentadoria e pensões do INSS que recebe mais de um salário
Finais 1 e 61º/2; 1º/3; 1º/4; 3/5; 1º/6; 1º/7; 2/8; 1º/9; 1º/10; 1º/11; 1º/12 e 3/1/2022
Finais 2 e 71º/2; 1º/3; 1º/4; 3/5; 1º/6; 1º/7; 2/8; 1º/9; 1º/10; 1º/11;

1º/12 e 3/1/2022

Finais 3 e 83/2; 3/3; 6/4; 5/5; 4/6; 5/7; 4/8; 3/9; 5/10; 4/11; 3/12 e 5/1/2022
Finais 4 e 94/2; 4/3; 7/4; 6/5; 7/6; 6/7; 5/8; 6/9; 6/10; 5/11; 6/12 e 6/1/2022
Finais 5 e 05/2; 5/3; 8/4; 7/5; 8/6; 7/7; 6/8; 8/9; 7/10; 8/11; 7/12 e 7/1/2022
Reajuste no benefício
Quem recebe mais de um salário teve um aumento de 5,45%, com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) de 2020 e divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Esse índice mede a inflação para famílias com renda entre um e cinco salários mínimos e, por esse motivo, é usado para o reajuste desse grupo. Dessa maneira, quem recebia, por exemplo, R$ 1.200 passará a receber R$ 1.265.

De acordo com a Previdência Social 11,7 milhões de segurados serão contemplados por esse reajuste, sendo pagos nesse momento, com retroativo de janeiro. O INPC também mudou o teto do INSS, passando agora a ser R$ 6.433,57.

A aposentadoria e pensões do INSS de quem recebe um salário mínimo também teve reajuste, porém, com base no salário mínimo divulgado pelo Governo Federal, de R$ 1.100.

De acordo com o Instituto 23.332.503 segurados ganham apenas um salário mínimo e, por enquanto, terão um reajuste de apenas 5,26%, ficando abaixo da correção da inflação. Por esse motivo, há uma espera para que o governo atualize esse valor.


Com informações do site: fdr