quinta-feira, 11 de fevereiro de 2021

Marinha abre concurso para admissão à Escola Naval; salários de até R$ 10,9 mil


 
Foto: Reprodução
O Serviço de Seleção de Pessoal da Marinha abriu mais um concurso público. Desta vez as chances são para admissão à Escola Naval em 2021. São 20 oportunidades, sendo 12 para mulheres e oito para homens. 20% das chances são reservadas a candidato autodeclarados negros. 

Para concorrer é necessário ser brasileiro nato, não ser casado ou estar em união estável, ter entre 18 e 23 anos de idade, ter concluído o nível médio (ou estar prestes a concluir), altura mínima de 1,54m e máxima de 2,00m,  entre outros requisitos. 

As inscrições podem ser feitas de 22 de fevereiro a 14 de março, pelo site da Marinha. A taxa custa R$ 90. O pagamento da taxa de inscrição será aceito até o dia 19 de março.
 

Etapas 
O concurso da Escola Naval da Marinha será composto por:

a) Prova Escrita Objetiva (PO) de Matemática e Inglês;
b) Prova Escrita Objetiva (PO) de Física e Português;
c) Redação; e
d) Eventos Complementares (EVC) constituídos de:

I) Verificação de Dados Biográficos (VDB);
II) Inspeção de Saúde (IS);
III) Teste de Aptidão Física de Ingresso (TAF-i);
IV) Avaliação Psicológica (AP);
V) Verificação de Documentos (VD); e
VI) Procedimento de Heteroidentificação Complementar à Autodeclaração (PH).

No primeiro dia será aplicada uma prova objetiva, composta das disciplinas de Matemática e Inglês, que terá duração 5 horas e será constituída de 40 questões, sendo: 22 de Matemática e 18 de Inglês, cada questão valerá 2,5 pontos, totalizando 100 pontos.

No segundo dia serão aplicadas uma prova objetiva, composta das disciplinas de Física e Português, e uma Redação, com duração total de 5 horas. A prova objetiva será constituída de 40 questões, sendo: 22 de Física e 18 de Português, cada questão valerá 2,5 pontos, totalizando 100 pontos. 

O TAF será constituído de natação e corrida. O candidato será submetido às provas do TAF em dois dias não consecutivos. Para ser aprovado, o candidato deverá nadar o percurso de 50 metros no tempo máximo de 1 minuto e 30 segundos para o sexo masculino e 2 minutos e 20 segundos para o sexo feminino. Já a na corrida, o inscrito deverá correr o percurso de 2.400 metros no tempo máximo de 14 minutos e 30 segundos para o sexo masculino e 16 minutos para o sexo feminino. 

As provas e eventos complementares serão aplicados na primeira quinzena de junho, em várias cidades no Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Bahia, Sergipe, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Ceará, Alagoas, Paraíba, Amapá, Piauí, Pará, Maranhão, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal, Tocantins, São Paulo, Amazonas e Rondônia.
 

O curso de formação 
O curso é totalmente gratuito e em regime de internato. Durante esse curso, o Aspirante perceberá remuneração de R$ 1.574,12, além de serem proporcionados ao aluno alimentação, uniforme, vencimentos e assistência médico-odontológica, psicológica, social e religiosa. A sede da Escola Naval fica na Av. Alm. Silvio de Noronha, s/nº - Castelo, Rio de Janeiro - RJ. 

Os Cursos de Graduação da Escola Naval são destinados à formação de Oficiais para o Corpo da Armada (CA), o Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) e o Corpo de Intendentes de Marinha (CIM). São realizados de modo diversificado, proporcionando habilitações de interesse militar-naval, dentro da área de Ciências Navais, tendo seu ensino estruturado em um Ciclo Escolar e um Ciclo Pós-Escolar.

O Ciclo Escolar, realizado pelo aluno na graduação de Aspirante, terá a duração de quatro anos letivos, para todos os cursos. Cada ano letivo compreenderá um Período de Verão e um Período Acadêmico: 

Período de Verão: durante este período serão realizados, respectivamente, o Estágio de Adaptação para os Aspirantes do 1º ano, o Estágio de Sobrevivência no Mar, o Estágio de Sobrevivência na Selva e outros para os Aspirantes do 2º ano e Viagens de Instrução para os Aspirantes do 3º ano.

Período Acadêmico: durante este período serão realizadas as atividades de ensino, treinamento físico e formação militar-naval.

Ao início do 3º ano letivo, após o Estágio de Verão, o Aspirante fará a opção de Corpo e de Habilitação dentro do Corpo, de acordo com sua ordem de classificação obtida no 2º ano letivo. Os seguintes Cursos de Graduação e habilitações serão oferecidos pela EN:

I) Corpo da Armada - Habilitações:
- Mecânica;
- Eletrônica; ou
- Sistemas de Armas.

II) Corpo de Fuzileiros Navais - Habilitações:
- Mecânica;
- Eletrônica; ou
- Sistemas de Armas.

III) Corpo de Intendentes da Marinha
-Habilitação em Administração. 

O CPE é realizado em três fases:
I) Primeira fase: realizada em Centros de Instrução e Adestramento para a transmissão de conhecimentos de ensino militar-naval;

II) Segunda fase: destinada a complementar a formação diversificada da EN em Mecânica, Eletrônica, Sistemas de Armas, Guerra Anfíbia e Administração, conforme a habilitação adquirida; e

III) Terceira fase: realizada no Navio-Escola, em Viagem de Instrução, para complementar os conhecimentos de ensino militar-naval necessários à graduação de GM.

O término do CPE corresponde à graduação em Ciências Navais e habilitação para todos os cursos. Os GM que concluírem o CPE com aproveitamento receberão o Diploma de Graduação em Ciências Navais e a respectiva Ficha Histórico-Escolar e serão nomeados Segundos-Tenentes, posto em que se inicia a carreira de Oficial da Marinha. 

Situção após o curso 
Após a viagem de instrução, o Guarda-Marinha é nomeado Segundo-Tenente. As remunerações atuais (2021) são as seguintes:

Guarda-Marinha: R$9.948,40, sendo R$7.315 de soldo, adicional militar de R$1.389,85, adicional habilitação de R$877 e adicional disponibilidade de R$365,75.

Segundo-Tenente: R$10.935,40, sendo R$7.490 de soldo, adicional militar de R$1.423,10, adicional habilitação de R$1.647,80 e adicional disponibilidade de R$377,50.

Para saber mais sobre o curso de formação, acesse o edital de abertura completo aqui

Com informações do site: concursos