sábado, 6 de fevereiro de 2021

INSS: Tudo que você precisa saber sobre afastamento e retorno ao trabalho


 
Foto: Reprodução
Afinal, quem é que da alta no INSS? Em algum momento você já passou ou tem algum conhecido que se mantinha/manteve afastado do trabalho registrado por algum tipo de invalidez, não é mesmo?

Isso ocorre quando o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) tem o direito de manter aquele cidadão que no momento se encontra inapto de exercer algum tipo de atividade remunerada. O responsável por bater o martelo final e tomar a decisão daquele cidadão, é o médico perito após de avaliar todos os exames e laudos.

O que é um Médico Perito?
O Médico Perito é especializado na área de medicina legal e é imposto o conhecimento especializado em exames físico do corpo.

Alias, em casos de pericia só o Médico Perito é responsáveis por todas as decisões cabíveis em relação ao laudo médico.

Retornar ao trabalho é obrigatório?
Como falamos acima, tudo irá depender da decisão e conclusão do médico perito. Porém, se o retorno que você tiver for negativo, você tem todo o direito de solicitar uma nova pericia médica.

A solicitação para agendar uma nova data para consulta, pode ser feita direta pelo site MEU INSS ou se preferir, direto com atendente via telefone 135. ligações feitas de telefone fico são totalmente gratuitas.

Como pedir alta no INSS?
A principio para solicitar alta antecipada, é indispensável providenciar um atestado médico que afirma sua capacitação e retorno ao trabalho. encaminhar o atestado ao INSS e outro a empresa onde trabalha. Lembrando que é essencial que ambas as partes fiquem cientes de todo o processo.

Como solicitar o Auxilio Doença?
Após o agendamento da pericia, e se ela for aprovada Você pode solicitar o auxilio doença pelo portal MEU INSS.

Reúna todos os documentos abaixo.

  • Documento de identidade
  • CPF
  • Atestado médico
  • Laudo Médico
Para saber em detalhes leia o nosso artigo completo, Auxilio Doença 2020

Como retornar ao trabalho após afastamento?
Se o cidadão estiver apto a exercer atividades, o perito responsável ira fazer a atualização do caso cortando o beneficio auxílio-doença e agendar a data para o retorno de atividades.

Com informações do site: Jornal Contábil