domingo, 14 de fevereiro de 2021

Inscrição no INSS: Passo a passo para fazer de forma online


 
Foto: Reprodução
    
Inscrição no INSS: passo a passo para fazer de forma ‘online’. Serviço para realizar sua inscrição no INSS e gerar o número de inscrição do trabalhador (NIT).

Se você já é cadastrado no PIS, PASEP ou NIS, esse já é seu número de inscrição também para o INSS.

Para outras informações, acesse: https://www.gov.br/inss/pt-br/saiba-mais/seus-direitos-e-deveres/inscreva-se

Quem pode utilizar este serviço?

Pessoa que quer inscrever no INSS para:

começar a contribuir;

ser procurador ou representante legal de outra pessoa, ou,

somente solicitar algum serviço.

Pedir o serviço
Acesse o Meu INSS;
Clique em “Inscrever no INSS”;
Preencha os dados necessários para concluir o seu pedido.
Se a inscrição é para uma pessoa que não é contribuinte, por exemplo, crianças ou procuradores, a solicitação deve ser feita pelo telefone 135Documentação em comum para todos os casos
Obrigatória
Número do CPF;
Número de um documento de identificação (carteira de identidade, de motorista ou de trabalho).CANAIS DE PRESTAÇÃO   Telefone:  135Tempo estimado de espera:  Até 5 minuto(s)

 ‘Web’: site do Meu INSS Procedimentos de atendimento quando o sistema informatizado se encontrar indisponível Ligue para 135. Aplicativo móvel: baixe o procedimento de atendimento quando o sistema informatizado se encontrar indisponível. Ligue para 135.
Para mais informações ou dúvidas sobre este serviço, entre em contato

Em caso de dúvidas, ligue para a Central de Atendimento do INSS pelo telefone 135.

O serviço está disponível de segunda a sábado, das 7h às 22h (horário de Brasília).
Este é um serviço do Instituto Nacional do Seguro Social. Em caso de dúvidas, reclamações ou sugestões favor contactá-lo.

Tratamento a ser dispensado ao usuário no atendimento

O usuário deverá receber, conforme os princípios expressos na lei n.º 13.460/17, um atendimento pautado nas seguintes diretrizes:
· Urbanidade;
· Respeito;
· Acessibilidade;
· Cortesia;
· Presunção da boa-fé do usuário;
· Igualdade;
· Eficiência;
· Segurança; e
· Ética
Informações sobre as condições de acessibilidade, sinalização, limpeza e conforto dos locais de atendimento

O usuário do serviço público, conforme estabelecido pela lei n.º13.460/17, tem direito a atendimento presencial, quando necessário, em instalações salubres, seguras, sinalizadas, acessíveis e adequadas ao serviço e ao atendimento.
Informação sobre quem tem direito a tratamento prioritário

Tem direito a atendimento prioritário as pessoas com deficiência, os idosos com idade igual ou superior a 60 anos, as gestantes, as lactantes, as pessoas com crianças de colo e os obesos, conforme estabelecido pela lei 10.048, de 8 de novembro de 2000​

Com informações do site: mixvale