domingo, 14 de fevereiro de 2021

Dois benefícios podem ser antecipados em 2021; Saiba quais


 
Foto: Reprodução
Dois benefícios poderão ser antecipados em 2021. Um deles já tem previsão para uma antecipação em fevereiro ou março. Estamos falando do 13° salário do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Também o abono salarial poderá seguir o mesmo caminho e ter sua antecipação em fevereiro ou março.

Marcello Casal Jr./Agência Brasil
O motivo está no aumento de pessoas infectadas pelo novo coronavírus, e ainda não ter sido divulgado quando começará a campanha de vacinação contra a Covid-19.
13º salário em 2021 será antecipado via INSS


Segundo assessores presidenciais, a intenção é pagar a primeira parcela do 13º dos aposentados e pensionistas do INSS em fevereiro e a segunda, em março. O mesmo calendário seria usado no pagamento do abono salarial.




O pagamento da 1º parcela do 13º salário do INSS correspondente a 50% do benefício. Já a 2º parcela do benefício é o restante do saldo.

O recebimento do 13º salário vai acontecer com o pagamento do benefício do mês correspondente. A antecipação será destinada aos beneficiários:

Aposentadoria
Auxílio-doença
Auxílio-acidente
Salário, maternidade
Pensão por morte
Auxílio, reclusão
O ministro Paulo Guedes, com sua equipe econômica, já providencia a formalização da medida e avalia se realmente será possível fazer a primeira antecipação já no próximo mês.
A antecipação não terá custo extra para o governo, isso porque existe verba prevista no Orçamento de 2021.

Essa antecipação deverá atender, a uma parcela da população que sofre mais diretamente com a pandemia do novo coronavírus, como, por exemplo, os idosos.

“Por enquanto, no curto prazo, como a contaminação voltou a apresentar altas, a antecipação dos benefícios para aposentados e do abono salarial já ajuda a fazer uma transição até a vacinação.
Com a volta do Congresso, em fevereiro, aí governo e parlamentares vão discutir se vamos aprovar um novo programa social, sempre respeitando o teto dos gastos públicos”, afirmou o assessor presidencial.

Calendário do INSS para 2021


Edição por Jorge Roberto Grigri Pistolão – jornalista do Jornal Contábil