segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021

Banco do Brasil oferece Empréstimo para consumidor com score baixo e oferece prazo de 96 meses para pagar.


 
Foto: Reprodução
Uma linha de crédito especial é oferecida pelo Banco do Brasil para quem tem nota baixa ou está negativado no SPC e Serasa.
 
A opção pode ser uma solução vantajosa para quem precisa de dinheiro rápido, seja para pagar uma dívida, investir em um negócio ou realizar um sonho.

De um modo geral, é uma opção de empréstimo consignado que oferece um período de carência de 180 dias, ou seja, até 6 meses para pagar a primeira parcela da dívida. Outras vantagens têm a ver com o prazo para o pagamento total da dívida, que pode chegar a 96 meses (8 anos) e em relação às taxas de juros, variando de 2,5% a 3,5% ao ano.

Empréstimo ao Banco do Brasil é negativado

A linha de crédito consignado do Banco do Brasil é destinada a aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e empregados de empresas privadas contratadas à instituição.

Como parte do valor das parcelas é automaticamente desvalorizada do benefício ou do contracheque da pessoa, não há necessidade de consultar o crédito birôs. Flexibilidade e facilidade de pagamento também são algumas das vantagens oferecidas pelo serviço.

Veja mais abaixo:
Contratação 100% digital;
Parcelas fixas;
Sem consulta ao SPC e Serasa;
Período de carência de 180 dias (6 meses) para pagamento da primeira parcela;
Taxas de juros reduzidas (entre 2,5% e 3,5% ao ano) – até 28 de fevereiro, o BB oferece taxas promocionais para sua linha de empréstimos pessoais.
Até 96 meses (8 anos) para pagar a dívida.

Saiba como solicitar

Você estava interessado no empréstimo consignado do Banco do Brasil? Saiba que existem duas formas possíveis de solicitar: uma delas vai diretamente para a agência, pessoalmente, e a outra é através digital, 100% online. No caso deste último, a disponibilidade é para aqueles que são correntistas da instituição.

Além disso, o BB também permite a transferência, ou seja, a portabilidade de empréstimos contratados em outros bancos para o Banco do Brasil. O processo permite a redução do número de parcelas e possivelmente da taxa de juros.


Com informações do site: Rede Brasil News