domingo, 28 de fevereiro de 2021

Ao vivo, Bolsonaro bate o martelo sobre novo auxílio emergencial, comenta valor e data de pagamento


 
Foto: Reprodução

Nesta quinta-feira (25), o presidente Jair Messias Bolsonaro foi o porta-voz de uma notícia responsável por deixar milhares de brasileiros felizes. Em sua típica live semanal, Bolsonaro discorreu sobre diversos temas relevantes para a sociedade, em especial a situação envolvendo o pagamento de novas parcelas do auxílio emergencial, direcionado às pessoas que mais sofrem os danos da recessão econômica vivenciada no país, em razão da pandemia.

Durante a transmissão ao vivo, o líder da nação afirmou que o governo pretende retornar com o pagamento das parcelas do auxílio emergencial. No entanto, em menor número e valor, segundo o relato do presidente, serão realizados quatro pagamentos, quantificados em 250 reais.

Jair Bolsonaro deixou claro que já conversou com Paulo Guedes, atual ministro da economia, acerca do novo auxílio emergencial. Ao fazer referência ao ministro, o presidente também revelou quando pretende começar os pagamentos, os quais deverão ser iniciados já em março: “Eu estive hoje com o [ministro da Economia] Paulo Guedes. A princípio, né, o que deve ser feito? A partir de março, por quatro meses, é 250 reais de auxílio emergencial. Então é isso que está sendo disponibilizado”, esclareceu o chefe do Executivo.

O presidente já havia comentado sobre o possível retorno do auxílio emergencial, mas em suas declarações pretéritas nunca chegou a fazer referência a valores, como feito na live de hoje. Ao comentar sobre o novo auxílio, Bolsonaro não deixou claro a fonte de custeio da assistência aos cidadãos.

As diversas pautas em relação ao auxílio emergencial vêm sendo discutidas entre os membros do governo e do legislativo desde dezembro de 2020. Os líderes do poder legislativo, Arthur Lira, presidente da Câmara, e Rodrigo Pacheco, presidente do Senado, também demonstram posicionamento favorável ao retorno da benesse, confirmado pelo presidente.


Com informações do site: i7news - Vieira Filho