sábado, 23 de janeiro de 2021

Última semana! Ainda sem prorrogação, saques do auxílio emergencial terminam na próxima quarta, 27


 
Foto: Reprodução
Após o fim dos créditos em conta poupança social digital no mês de dezembro, a Caixa Econômica Federal vai continuar com as liberações dos saques em espécie e transferências do auxílio emergencial no mês de janeiro, conforme publicado em calendário.

As retiradas se referem aos ciclos 5 e 6 de pagamentos – até duas parcelas ao mesmo tempo. Ao todo, restam ainda duas datas para o encerramento total do programa social voltado para o socorro financeiro de vulneráveis durante a pandemia de coronavírus. Confira:

segunda-feira, 25 de janeiro: liberação para os nascidos em novembro;
quarta-feira, 27 de janeiro: liberação para os nascidos em dezembro.
Em relação às últimas rodadas liberadas, elas aconteceram no dia 18 de janeiro para os nascidos em agosto, 20 de janeiro para os aniversariantes de setembro e 22 de janeiro para quem faz aniversário em outubro.

Saiba como fazer o saque do auxílio emergencial
Quem ainda possui saldo disponível em conta poupança social digital e deseja sacar os recursos em espécie, a Caixa informa como é feito o procedimento. De forma 100% digital, basta gerar um código no aplicativo Caixa Tem. Veja o passo a passo:

Acesse o aplicativo Caixa Tem;
Na tela de opções, selecione a aba “Saque sem cartão”;
Aguarde enquanto a plataforma gera um código de saque, que possui validade de uma hora;
Com a sequência em mãos, basta utilizá-la em terminais de autoatendimento nas agências, casas lotéricas ou em correspondentes Caixa AQUI para os saques.
Apesar da disponibilidade de retirada do auxílio emergencial em dinheiro vivo, também é possível manter os recursos na conta para a realização de compras por meio do cartão de débito virtual e QR Code ou pagamento de boletos básicos, como conta de água, luz, telefone, dentre outros serviços.

Sem um anúncio oficial de prorrogação, parlamentares pressionam o governo federal para o alongamento do benefício em meio ao crescente número de casos de infecção pelo novo coronavírus no país.

De acordo com os projetos, a ideia é manter a ajuda a vulneráveis até o mês de março de 2021, na espera que um número considerável de cidadãos brasileiros já tenha recebido a vacina.

Com informações do site: Edital Concursos Brasil