sexta-feira, 8 de janeiro de 2021

PIS/PASEP/FGTS nos bancos precisam de certidão para saques


 
Foto: Reprodução
PIS/PASEP/FGTS nos bancos precisam de certidão para saques. O que é? Serviço para pedir o documento que  permite aos bancos liberar valores do PIS/PASEP/FGTS que ainda não foram pagos. Este pedido é realizado apenas por telefone, você não precisa ir ao INSS. ATENÇÃO: Se o benefício foi concedido há menos de 20 dias, aguarde o recebimento da carta de concessão em sua casa.

Quem pode utilizar este serviço? A pessoa que passou a receber:
aposentadoria
pensão por morte, 
benefício assistencial à pessoa com deficiência, ou 
benefício assistencial ao idoso.
Etapas para a realização deste serviço
Pedir o serviço Ligue para o telefone 135 e peça o documento. 
DOCUMENTAÇÃO
Documentação em comum para todos os casos
Número do CPF. CANAIS DE PRESTAÇÃO   Telefone :  135 Tempo estimado de espera :  Até 5 minuto(s)

TEMPO DE DURAÇÃO DA ETAPA Atendimento imediato
Receber resposta O documento será enviado para a sua casa pelos correios. CANAIS DE PRESTAÇÃO   Postal :  Aguarde o recebimento da carta em sua casa. TEMPO DE DURAÇÃO DA ETAPA: Em média 20 dia(s) corrido(s)

Outras Informações Quanto tempo leva? Em média 20 dia(s) corrido(s) é o tempo estimado para a prestação deste serviço.
Este serviço é gratuito para o cidadão.

Para mais informações ou dúvidas sobre este serviço, entre em contato
Ligue para a Central de Atendimento do INSS pelo telefone 135. O serviço está disponível de segunda a sábado das 7h às 22h (horário de Brasília).
Este é um serviço do Instituto Nacional do Seguro Social . Em caso de dúvidas, reclamações ou sugestões favor contactá-lo.

Tratamento a ser dispensado ao usuário no atendimento no Pis
O usuário deverá receber, conforme os princípios expressos na lei nº 13.460/17, um atendimento pautado nas seguintes diretrizes:
· Urbanidade;
· Respeito;
· Acessibilidade;
· Cortesia;
· Presunção da boa-fé do usuário;
· Igualdade;
· Eficiência;
· Segurança; e
· Ética

Informações sobre as condições de acessibilidade, sinalização, limpeza e conforto dos locais de atendimento

O usuário do serviço público, conforme estabelecido pela lei nº13.460/17, tem direito a atendimento presencial, quando necessário, em instalações salubres, seguras, sinalizadas, acessíveis e adequadas ao serviço e ao atendimento.

Informação sobre quem tem direito a tratamento prioritário no INSS Tem direito a atendimento prioritário as pessoas com deficiência, os idosos com idade igual ou superior a 60 anos, as gestantes, as lactantes, as pessoas com crianças de colo e os obesos, conforme estabelecido pela lei 10.048, de 8 de novembro de 2000​

Com informações do site: Mix Vale