domingo, 3 de janeiro de 2021

INSS: Saiba quais serão as mudanças nas regras de aposentadoria para 2021


 

Os beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) devem ficar atentos a novas regras de aposentadoria para 2021. Para o próximo ano, muitos trabalhadores desejam verificar o o tempo de contribuição para terem acesso aos seus benefícios da Previdência.

A reforma da previdência do INSS, aprovada no fim de 2019, ainda impacta na previdência da população brasileira.

As mudanças permitiram que os trabalhadores se aposentassem antes da idade mínima estabelecida, ou seja, de 62 para mulheres e 65 para homens. No entanto, é necessário verificar quando a mudança é mais vantajosa.

Transição por sistema de pontos: como vai funcionar?

O sistema de pontos divulgado pelo INSS vai permitir que o trabalhador acumule sua pontuação levando em consideração o quantitativo de vezes em que o beneficiário contribuiu.

Para homens, 97 pontos;
Para mulheres, 87 pontos.
Ou seja, o tempo mínimo de contribuição também vai variar: 35 para homens e 30 para mulheres. A transição autoriza que seja contabilizado 1 ponto ao ano, dessa forma:

é possível chegar a 105 para os homens – em 2028
é possível chegar a 100 para as mulheres – em 2033
O trabalhador que for contemplado a partir de 2021, o número é de 88 para mulheres e 98 para os homens. Sendo assim, a média ficará entre 58 e 57 anos, tendo ao menos 30 anos de contribuição registrados.

Transição por tempo de contribuição + idade mínima
A transição por tempo de contribuição juntamente com a idade mínima funcionará da seguinte forma: idade mínima é de 56 para mulheres e 61 para os homens. A cada meio ano de vida é equivalente a 1 ponto.

Nas mulheres, o período final acontece ao longo dos próximos 12 anos e os homens encerram o período em 8 anos.

Para 2021, será necessário ter ao menos 57 anos (mulheres) e 62 (homens), tendo contribuído por um tempo mínimo de 30 e 35 anos respectivamente.

Transição por idade
Na transição por idade, o INSS permanece com o seguinte:

tempo mínimo de contribuição será de 65 anos
Para as mulheres, o prazo para aposentadoria é chegar aos 62 anos (em 2023) – pelo menos 15 anos de contribuição.
A partir de 2021, as regras de transição seguirão em vigor somente para mulheres, que devem completar 61 anos.

Já está em vigor em 2020, a idade mínima para a aposentadoria, que vem sendo acrescida de seis meses a cada ano, podendo chegar aos 62 em 2023.

Transição com pedágio de 50%
Por fim, há a modalidade de transição – pedágio de 50%. Nessa situação, o beneficiário que estava há 24 meses de fechar o tempo de 35 anos de contribuição para homens e 30 para mulheres pode se aposentar sem idade mínima.

Aqui, neste caso, há uma cobrança de 50% do pedágio para conclusão do tempo que resta.

Sobre os pagamentos do INSS em 2021
É válido ressaltar ainda quem for contemplado em 2021, seja por aposentadoria ou demais benefícios, já pode conferir o cronograma de pagamentos. O INSS divulgou, na última semana, todas as datas previstas para o próximo ano.

A organização ainda se mantem mediante o número final de inscrição no projeto e leva em consideração também o valor a ser concedido. Por fim, não se pode esquecer que o piso nacional previsto é de R$ 1.088, reformulando a base de todos os salários do órgão.

Calendário completo
Final 1
Para quem ganha até um salário mínimo

25/1
22/2
25/3
26/4
25/5
24/6
26/7
25/8
24/9
25/10
24/11
23/12
Para quem ganha mais de um salário mínimo

1º/2
1º/3
1º/4
3/5
1º/6
1º/7
2/8
1º/9
1º/10
1º/11
1º/12
3/1/2022
Final 2
Para quem ganha até um salário mínimo

26/1
23/2
26/3
27/4
26/5
25/6
27/7
26/8
27/9
26/10
25/11
27/12
Para quem ganha mais de um salário mínimo

2/2
2/3
5/4
4/5
2/6
2/7
3/8
2/9
4/10
3/11
2/12
4/1/2022
Final 3
Para quem ganha até um salário mínimo

27/1
24/2
29/3
28/4
27/5
28/6
28/7
27/8
28/9
27/10
26/11
28/12
Para quem ganha mais de um salário mínimo

3/2
3/3
6/4
5/5
4/6
5/7
4/8
3/9
5/10
4/11
3/12
5/1/2022
Final 4
Para quem ganha até um salário mínimo

28/1
25/2
30/3
29/4
28/5
29/6
29/7
30/8
27/9
28/10
29/11
29/12
Para quem ganha mais de um salário mínimo

4/2
4/3
7/4
6/5
7/6
6/7
5/8
6/9
6/10
5/11
6/12
6/1/2022
Final 5
Para quem ganha até um salário mínimo

29/1
26/2
31/3
30/4
31/5
30/6
30/7
31/8
30/9
29/10
30/11
30/12
Para quem ganha mais de um salário mínimo

5/2
5/3
8/4
7/5
8/6
7/7
6/8
8/9
7/10
8/11
7/12
7/1/2022
Final 6
Para qualquer valor

1º/2
1º/3
1º/4
3/5
1º/6
1º/7
2/8
1º/9
1º/10
1º/11
1º/12
3/1/2022
Final 7
Para qualquer valor

2/2
2/3
5/4
4/5
2/6
2/7
3/8
2/9
4/10
3/11
2/12
4/1/2022
Final 8
Para qualquer valor

3/2
3/3
6/4
5/5
4/6
5/7
4/8
3/9
5/10
4/11
3/12
5/1/2022
Final 9
Para qualquer valor

4/2
4/3
7/4
6/5
7/6
6/7
5/8
6/9
6/10
5/11
6/12
6/1/2022
Final 0
Para qualquer valor

5/2
5/3
8/4
7/5
8/6
7/7
6/8
8/9
7/10
8/11
7/12
7/1/2022

INSS: Calendário para 2020 ainda em vigor

Os beneficiários do INSS ainda poderão receber os pagamentos referente ao mês de dezembro, entre o período compreendido entre 22 de dezembro de 2020 e 08 de janeiro de 2021.

Veja o cronograma:

Para quem ganha até um salário mínimo

Final 1: 22 de dezembro
Final 2: 23 de dezembro
Final 3: 28 de dezembro
Final 4: 29 de dezembro
Final 5: 30 de dezembro
Final 6: 4 de janeiro
Final 7: 5 de janeiro
Final 8: 6 de janeiro
Final 9: 7 de janeiro
Final 0: 8 de janeiro

Para quem ganha mais que um salário mínimo

Final 1 e 6: 4 de janeiro de 2021
Final 2 e 7: 5 de janeiro de 2021
Final 3 e 8: 6 de janeiro de 2021
Final 4 e 9: 7 de janeiro de 2021
Final 5 e 0: 8 de janeiro de 2021

Com informações do site: Notícias Concursos, Ester Farias