sexta-feira, 29 de janeiro de 2021

FIES 2021 encerra inscrições do primeiro semestre nesta sexta-feira (29)


 
Foto: Reprodução
Estudantes interessados em participar do FIES 2021 têm até hoje (29) para se inscrever no sistema. É bom ficar atento aos prazos, pois o sistema prevês apenas uma chamada, mais a lista de espera. Em todo o ano de 2021 serão 93 mil vagas de financiamentos ofertadas.

Terminam hoje as inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil, nessa primeira seleção do ano, não é possível usar a nota do ENEM 2020, até porque ela ainda não foi divulgada.

Assim, os candidatos podem ingressar com uso da média no exame entre os anos de 2010 e 2019.

Calendário do FIES 2021
A primeira seleção do ano para o Fundo de Financiamento Estudantil deve ser as datas abaixo, divulgadas no edital do programa:

Período de Inscrição: Entre 26 e 29 de janeiro.
Divulgação da lista de pré-selecionados:2 de fevereiro.
Prazo para a Complementação da inscrição – pré-selecionados em chamada única: de 3 a 5 de fevereiro.
Convocação por meio de lista de espera: de 3 de fevereiro até o dia 18 de março.
O estudante que não for convocado na chamada única, estará automaticamente inscrito na lista de espera.

A complementação de informações acontece diretamente na instituição de ensino em que o estudante deve ingressar.


Lá, a Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento deve receber todos os documentos que validarão as informações prestadas na inscrição virtual.

O que é e para quem é o FIES 2021?
O Fundo de Financiamento Estudantil é um sistema criado pelo Governo Federal em parceria com instituições bancárias.

Nele é possível conseguir o financiamento de cursos de nível superior pagando apenas após a formação.

Além disso, o estudante, a depender do grupo em que se enquadre, pode consegui juros zeros nas parcelas.

O FIES é para aquelas pessoas que desejam dar continuidade nos estudos, mas não possuem condições financeiras no momento.

Pessoas com renda familiar de até 3 salários mínimos podem se inscrever.

Para isso é necessário ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio, ter atingido média geral superior a 450 pontos e não ter zerado a redação, além de ficar atento aos prazos. interessados em participar do FIES 2021 têm até hoje (29) para se inscrever no sistema. É bom ficar atento aos prazos, pois o sistema prevês apenas uma chamada, mais a lista de espera. Em todo o ano de 2021 serão 93 mil vagas de financiamentos ofertadas.

Terminam hoje as inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil, nessa primeira seleção do ano, não é possível usar a nota do ENEM 2020, até porque ela ainda não foi divulgada.

Assim, os candidatos podem ingressar com uso da média no exame entre os anos de 2010 e 2019.

Calendário do FIES 2021
A primeira seleção do ano para o Fundo de Financiamento Estudantil deve ser as datas abaixo, divulgadas no edital do programa:


Período de Inscrição: Entre 26 e 29 de janeiro.
Divulgação da lista de pré-selecionados:2 de fevereiro.
Prazo para a Complementação da inscrição – pré-selecionados em chamada única: de 3 a 5 de fevereiro.
Convocação por meio de lista de espera: de 3 de fevereiro até o dia 18 de março.
O estudante que não for convocado na chamada única, estará automaticamente inscrito na lista de espera.

A complementação de informações acontece diretamente na instituição de ensino em que o estudante deve ingressar.


Lá, a Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento deve receber todos os documentos que validarão as informações prestadas na inscrição virtual.

O que é e para quem é o FIES 2021?
O Fundo de Financiamento Estudantil é um sistema criado pelo Governo Federal em parceria com instituições bancárias.

Nele é possível conseguir o financiamento de cursos de nível superior pagando apenas após a formação.

Além disso, o estudante, a depender do grupo em que se enquadre, pode consegui juros zeros nas parcelas.

O FIES é para aquelas pessoas que desejam dar continuidade nos estudos, mas não possuem condições financeiras no momento.

Pessoas com renda familiar de até 3 salários mínimos podem se inscrever.


Para isso é necessário ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio, ter atingido média geral superior a 450 pontos e não ter zerado a redação, além de ficar atento aos prazos.

Com informações do site: fdr