quinta-feira, 14 de janeiro de 2021

Empréstimo Caixa Tem: Quando o microcrédito até R$ 2 mil será liberado no app?


 
Foto: Reprodução
A presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, anunciou no ano passado que o banco irá disponibilizar uma nova linha de crédito para beneficiários do auxílio emergencial. Na ocasião, Guimarães antecipou que o microcrédito será liberado por meio do aplicativo Caixa Tem para cerca de 10 milhões de brasileiros.

Além dessas informações, o presidente do banco estatal também confirmou a previsão do lançamento da linha de crédito e contou outros detalhes sobre o empréstimo.

Quando o microcrédito será liberado no Caixa Tem?
Até o momento, o empréstimo pelo Caixa Tem ainda não tem uma data exata para ser liberado. Contudo, o presidente da Caixa já anunciou que isso deve ocorrer em breve, em março de 2021.

Em entrevista recente à CNN, Guimarães disse que a expectativa é que o microcrédito atenda cerca de 10 milhões de microeempreendedores e cidadãos de baixa renda.
Segundo ele, o Caixa Tem foi o instrumento ideal para viabilizar a iniciativa.

“Nós já temos essa linha estratégica há dois anos. Mas faltava um instrumento digital, que foi criado a partir do auxílio emergencial, o Caixa Tem”, disse o presidente do banco.

Ainda segundo ele, os interessados deverão se cadastrar e passar por avaliações. Por isso, quem está interessado em contratar o microcrédito deve se antecipar e renegociar suas dívidas caso as tenha, limpando seu nome antes de solicitar o empréstimo.

O valor disponibilizado varia conforme o cliente, que será avaliado individualmente. “Se a pessoa tiver capacidade de pagar R$ 4 mil, o empréstimo será nesse valor. Acima disso, não é nosso foco, existem outras linhas de crédito para pessoas com renda maior. O valor médio que esperamos é de R$ 1 mil”, acrescentou Guimarães.

Empréstimo de até R$ 2 mil
A Caixa anunciou que aumentou o valor do microcrédito para R$ 2 mil, com taxas de juros atrativas, entre 1,5% e 2,5% ao mês.
Assim, a linha de crédito será uma opção boa e de fácil acesso para a população de baixa renda.

Em um vídeo publicado recentemente no YouTube, Guimarães reiterou que o público-alvo do empréstimo são os ex-beneficiários do auxílio emergencial.

“Após a pandemia, estes brasileiros terão acesso a crédito a taxas muito menores do que tinham antes”, garantiu.

Com informações do site: editalconcursosbrasil, Lorene de Souza