sábado, 9 de janeiro de 2021

Dia 25 começa depósitos acima de R$ 1.100 para aposentadorias e benefícios do INSS


 

Dia 25 começa depósitos acima de R$ 1.100 para aposentadorias e benefícios do INSS. Quem recebe aposentadoria, pensão ou auxílio do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) deve ficar atento ao calendário de pagamentos de 2021. As datas em que os benefícios serão depositados nas contas dos segurados já estão valendo.

A renda previdenciária é paga conforme o final do cartão de benefício, sem considerar o dígito verificador. Primeiro, são depositados auxílios, aposentadorias e pensões no valor do salário mínimo. Depois, o INSS começa a liberar a grana para quem recebe mais do que o piso previdenciário.

O calendário de pagamentos de janeiro começa no dia 25, para quem tem cartão com final 1.

Na cidade de São Paulo, no entanto, será feriado, pois celebra-se o aniversário do município. Em geral, não há expediente bancário e, com isso, o segurado deve receber sua aposentadoria ou pensão no dia seguinte, mas essa informação ainda será confirmada.

Os depósitos referentes a janeiro seguirão até 5 de fevereiro. Para o segurado que ganha mais do que o salário mínimo, a renda começará a ser liberada a partir do dia 1º de fevereiro.

O novo salário mínimo, de R$ 1.100, que começou a valer em 1º de janeiro, é o mesmo valor do piso das aposentadorias do INSS. O reajuste concedido foi de 5,26%, e pode ficar acima da inflação de 2020, medida pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

No entanto, a inflação oficial só será divulgada em 12 de janeiro. Quando sair o resultado do índice de preços nacional, os demais benefícios da Previdência—acima do mínimo— também serão reajustados.

CUIDADOS AO IR AO BANCO PARA SAQUE
Além dos cuidados básicos de quem recebe uma grana no banco, o segurado tem de se proteger ainda mais, devido à pandemia de coronavírus, que tem ganhado força no país desde meados de dezembro.

As dicas do INSS e da rede bancária são para que o segurado idoso chegue no primeiro horário nas agências, pois é a hora do atendimento especial reservado a este público.

Nas filas, deve-se manter o distanciamento mínimo de 1,5 m ou 2 m entre quem estiver na frente e atrás. O uso de máscara é obrigatório nas agências. Se chegar após o horário especial, o idoso ainda terá atendimento preferencial, conforme garante a legislação.

Não entregue cartão e senha a ninguém e, se tiver dúvidas, fale com funcionário do banco, que seja identificado por uniforme ou crachá.

Ao chegar em casa, coloque a roupa para lavar, tome um banho e esterilize cartão, celular, bolsa e carteira com álcool 70. Na rua, utilize álcool em gel antes de tocar no teclado do caixa e depois de digitar sua senha e pegar no dinheiro.


Com informações do site: Mix Vale