quinta-feira, 14 de janeiro de 2021

Concurso INSS: mais de 19 mil cargos de técnico estão vagos


 

Enquanto o concurso INSS não é autorizado o déficit de servidores não para de crescer. Até setembro de 2019 eram cerca de 19,4 mil vacâncias de técnicos e analistas.

Esse número chegou a mais de 21 mil em meados do ano passado e já aumentou novamente. Segundo as últimas informações divulgadas, até setembro de 2020 já eram 22.117 cargos vagos.

A maior parte destas vagas desocupadas é de técnico do seguro social. A carreira de nível médio do INSS tem falta de 19.761 servidores, segundo dados do Serviço de Informações ao Cidadão do Governo Federal.

Somando com os 2.356 cargos vagos de analista do seguro social (nível superior) o déficit total passa de 22 mil e, com isso, é possível perceber que em um ano a autarquia federal, que atende milhões de brasileiros, perdeu cerca de 2,6 mil profissionais efetivos.

Tabela de déficit de pessoal do INSS
CARREIRA                          DÉFICIT
Técnico do seguro social 19.761
Analista do seguro social 2.356
Total 22.117

O cenário ainda pode piorar bastante, já que segundo informações sindicais, há um elevado número de servidores que já possuem condições de se aposentar e podem deixar o quadro a qualquer momento.

Para lidar com esse déficit, o INSS depende de alguns servidores cedidos de outros órgãos e de aposentados e militares da reserva, que têm contratos temporários vigentes somente até o final deste ano - esses são cerca de 2,9 mil.

Quando o concurso INSS vai sair?
A partir de 2022. Esta foi a previsão dada pela própria autarquia que, segundo informações transmitidas no início de janeiro, ainda está trabalhando em um novo dimensionamento do quadro de pessoal para viabilizar a seleção.

Mas para que um novo edital seja divulgado é necessário conseguir uma autorização do Ministério da Economia. Todos os órgãos vinculados ao Poder Executivo Federal, o que inclui o INSS, precisam deste aval para fazer contratações.

Quantas vagas serão oferecidas no concurso INSS?
O número de vagas que serão solicitadas no próximo pedido de concurso do INSS ainda é uma incógnita. Como já dito, o déficit é de mais de 22 mil cargos vagos, mas há um novo dimensionamento do quadro de pessoal sendo feito.

O último pedido de concurso, encaminhado em 2018, demandava mais de 10 mil vagas, que era o déficit na época. Desse total, mais de 2 mil dos provimentos solicitados eram referentes à chamada de aprovados em cadastro de reserva do concurso anterior (que ainda estava vigente na época) e 7.888 vagas em um novo edital. 

A solicitação contemplava 3.984 vagas de técnico (nível médio), 1.692 vagas de analista (nível superior) e ainda 2.212 vagas de médico perito (nível superior). Essa última carreira, contudo, não faz mais parte do quadro de pessoal do INSS desde 2019 e já tem outro pedido de concurso em análise.


Com informações do site: Folha Dirigida