terça-feira, 26 de janeiro de 2021

Como fazer cálculo do salário líquido em 2021? Veja no passo a passo


 
Foto: Reprodução
Os trabalhadores formais, ou seja, com carteira assinada em todo o Brasil, são registrados com um salário nominal (bruto). Antes de chegar até o trabalhador, este valor bruto passa por descontos. Aprenda aqui a como calcular seu salário líquido.

Descontos no salário
Entre os descontos efetuados em cima do salário bruto dos trabalhadores CLT, está a contribuição à Previdência Social e a recolha do Imposto de Renda retido na fonte.

Quando todos os descontos são efetuados, o trabalhador recebe o salário liquido. O cálculo para chegar a ele é simples, subtraindo todos os descontos dos proventos obtidos.

Como calcular o salário bruto
Para chegar aos valores a descontar, é preciso fazer um cálculo que necessita de um passo a passo, já que a contribuição ao INSS deve ser o primeiro cálculo. Saiba como fazer:

Desconto ao INSS no salário bruto
A contribuição para a Previdência Social é realizada de forma progressiva, isto significa que, quanto mais o trabalhador recebe, mais é descontado proporcionalmente ao seu salário.

A base para este cálculo é feito em cima do salário nominal e faixa a faixa até que se atinja a quantidade a contribuir. Para isso, vamos observar a tabela atual de contribuição ao INSS, que contém as alíquotas de cada faixa:

Tabela de contribuição INSS 2020
FaixaSalário de contribuiçãoAlíquota
1ª faixaSalário mínimo: R$ 1.045,007,5%
2ª faixaDe R$ 1.045,01 a R$ 2.089,609%
3ª faixaDe R$ 2.089,61 a R$ 3.134,4012%
4ª faixaDe R$ 3.134,41 a R$ 6.101,0614%

Para começar a calcular esta parte é necessário identificar a faixa do salário bruto. É nela que se encontra a alíquota a ser calculada entre o valor do salário e o máximo da faixa anterior.

Para as faixas anteriores, o cálculo continua sendo feito e é só multiplicar a alíquota pela contribuição ao valor máximo. Ao final, some todos os valores encontrados.

Caso o salário seja maior que o que o teto do INSS, a contribuição será a mesma aplicada no próprio teto. Neste caso, a contribuição será sempre de R$ 713,08.

Após descontar o valor do INSS, o que resta passa a ser a base de cálculo do Imposto de Renda e este é o próximo passo para encontrar o salário líquido.

Desconto do Imposto de Renda
Chegamos ao valor que será descontado para o imposto de renda retido na fonte (IRRF) , logo após encontrada a contribuição que deve ser feita à Previdência Social.

Tabela de descontos ao IRRF
Base de cálculo (R$)Alíquota (%)Parcela dedutível (R$)
Até 1.903,980%0,00
De 1.903,99 até 2.826,657,5%142,80
De 2.826,66 até 3.751,0515%354,80
De 3.751,06 até 4.664,6822,5%636,13
Acima de 4.664,6927,5%869,36
Nesta etapa, basta conferir na tabela em qual faixa se encontra seu salário base, multiplicar a alíquota e reduzir o valor encontrado pela parcela dedutível.

Subtraia outras descontos
Os trabalhadores precisam se atentar também a outros possíveis descontos como:

Plano de saúde
Vale-transporte
Empréstimos
Contribuição sindical


Calcule o salário líquido
Como você viu na matéria, o cálculo do salário líquido é feito a partir da subtração dos descontos no salário bruto que foi acordado. Faça a conta subtraindo os descontos e chegue ao seu salário líquido.

Com informações do site: fdr