quinta-feira, 7 de janeiro de 2021

Abono salarial: teto do PIS/Pasep é ajustado para R$ 1.100


 
Foto: Reprodução
O valor máximo do abono do PIS/Pasep foi para R$ 1.100, seguindo o patamar do novo salário mínimo, que foi reajustado pelo segundo ano consecutivo sem aumento real.

Tem direito ao abono quem trabalhou com carteira assinada, ou como funcionário público, em 2019 e que tenha recebido em média até dois salários mínimos por mês.

O calendário de pagamentos se baseia no mês de aniversário, para quem trabalhou na iniciativa privada, ou o número final de inscrição para quem atuou no setor público.

O dinheiro fica disponível até junho de 2021.

De acordo com o Ministério da Economia, em 12 de janeiro, quando o INPC de dezembro será divulgado – e assim, a taxa anual poderá ser conhecida – o salário mínimo poderá receber um novo valor.

Calendário para empregado em empresa privada

Calendário para funcionário público

O trabalhador com vínculo em empresa pública também tem direito ao abono salarial. Inscrito no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), a próxima liberação será em janeiro e o pagamento é feito pelo Banco do Brasil. Quem tem inscrição com número final de 0 a 4 já recebeu o abono. Aqueles com final de inscrição entre 5 e 9 vão receber em 2021.



Com informações do site: Reconta Aí