segunda-feira, 14 de dezembro de 2020

O que é um informe de rendimentos? Saiba para que serve e como retirar


 


Precisa declarar seu Imposto de Renda? O informe de rendimentos serve para isso. Ele é um documento que informa para a Receita Federal quais foram todos os seus rendimentos dentro do ano que está sendo analisado. O informe de rendimentos ou de renda é um comprovante dos seus ganhos financeiros.

Quem é obrigado a declarar o imposto de renda, mas não o faz, está sujeito a prejuízos financeiros que podem ser bem maiores do que o valor cobrado inicialmente no Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF). Caso você atrase a declaração, terá um novo prazo para entregar, porém, deverá pagar multas.

Contudo, caso não envie a declaração mesmo dentro do novo prazo que te foi dado, a situação fica mais séria e você poderá ser processado e investigado por crime de sonegação fiscal, ficará recluso pelo período de 2 a 5 anos e ainda poderá haver cobrança de multa. Para fugir desses problemas, envie para a Receita Federal o seu informe de rendimentos dentro do prazo da declaração do IRPF.

Confira, a seguir, os tipos de rendimentos e veja as informações que devem constar obrigatoriamente no documento.

O que é um informe de rendimentos? Onde conseguir o documento?
O nome oficial do informe de rendimentos pessoa física na Receita Federal é “Comprovante Anual de Rendimentos Pagos e de Retenção de Imposto de Renda na Fonte”. O informe é disponibilizado para você por meio da empresa em que trabalha.

Caso seja um funcionário com carteira assinada, a empresa é obrigada por lei a entregar seu informe de rendimentos antes do começo do prazo para o envio da Declaração do IRPF. No documento, devem constar as seguintes informações:

Nome completo e CNPJ da fonte pagadora (da empresa ou instituição responsável pelo pagamento do seu salário);
O valor total de recebimentos durante o ano anterior;
Valor que ficou retido na fonte;
Rendimentos tributáveis;
Rendimentos que são isentos de tributação, como poupança, por exemplo.
Um responsável da sua empresa precisa assinar o documento com as informações prestadas para que ele seja considerado válido. Esse é tipo mais comum de informe.

Outros tipos de informes de rendimentos
Além das empresas que enviam o informe de renda para os seus funcionários, os bancos, corretoras de valores e o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS; neste caso, para quem é aposentado ou pensionista) também devem disponibilizar os comprovantes de rendimento aos seus clientes para declaração do IRPF.

Nesses documentos emitidos pelas instituições bancárias, devem constar:

Extratos de investimentos;
Saldos de contas (poupança ou conta corrente);
Rendimento da poupança no período de um ano.
Se o seu banco não encaminhar esse documento para você. Será necessário solicitar o informe de rendimentos pela internet, entrando em contato com o banco ou indo até a agência. Muitos bancos já fazem envio do informe pelo seu e-mail, então, atente-se a isso.

Aplicações financeiras
Os bancos e corretoras também devem colocar no seu informe de rendimentos sobre as aplicações financeiras que você faz. Tanto as letras LCI/LCA e poupança – que são isentos de imposto – quanto o CDB e o Tesouro Direto, dentre outros investimentos, devem constar no seu informe.

O informe de rendimentos enviado a você pelos bancos deve ser utilizado para preencher a parte de “Declaração de Bens e Direitos e de Dívidas e Ônus” na Declaração do Imposto de Renda, no site ou aplicativo da Receita Federal.

INSS
O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) também disponibiliza para os aposentados e pensionistas um informe de renda sobre os benefícios, mas é necessário solicitar o informe de diretamente pelo site inss.gov.br

Acesse “Extrato para Imposto de Renda” na página do INSS, digite as suas informações como beneficiário e clique em “Consulta” para baixar o informe de rendimentos.

Com informações do site: EditalConcursosBrasil, Amanda França