quarta-feira, 16 de dezembro de 2020

Fez a contestação do auxílio? Saiba como verificar o resultado e quando receber


 
Foto / reprodução

Novos pagamentos do auxílio emergencial extensão serão realizados àqueles cidadãos que pediram a contestação do benefício no mês de novembro.

De acordo com a Caixa Econômica Federal, a fim de organizar a liberação dos recursos, foi estabelecido um calendário específico que beneficiará mais de 1,2 milhão de brasileiros.

Nesta etapa, o valor a ser pago é de R$300 referente à parcela de dezembro ou R$600 no caso das mães chefes de família,  conforme a portaria 558 que determinou o pagamento àqueles que tiveram o pagamento reavaliado devido às atualizações de dados governamentais.

Desta forma, os novos pagamentos terão início no dia 21. 

Para saber se você tem direito, é preciso verificar o resultado da contestação.

Então, continue acompanhando nosso artigo para saber as datas de pagamento e como verificar a situação do seu auxilio emergencial.

Consulta de resultados
Os resultados das contestações podem ser conferidos de forma bem simples e rápida pela internet.

A intenção do Governo Federal é facilitar o acesso ao serviço, por isso, existem três opções para consultar a situação do seu pedido.

A primeira é através do site do Dataprev: basta acessar o endereço consultaauxilio.dataprev.gov.br.

Ao acessar a plataforma, o beneficiário pode verificar todas as informações sobre seu pedido.

O acesso é bem simples: 

Acesse a página;

Registre os dados pessoais que forem solicitados;

Clique em Enviar e você terá acesso à todas as informações. 

De acordo com o Dataprev, o portal foi disponibilizado por meio de uma parceria com o Governo para “dar transparência ao procedimento de análise, processamento, homologação e pagamento do benefício”.

Também é possível saber se o seu pedido de contestação foi aprovado após a análise, através da sua conta poupança digital.

Este acesso é mais fácil, pois é só acessar o aplicativo Caixa Tem como de costume.

Para isso, siga os seguintes passos: 

Acesse a plataforma pelo celular;

Registre seus dados pessoais e senha;

Busque pela opção “saldo”;

Verifique se o auxílio já foi creditado na conta. 

A terceira opção é acessar a plataforma através de um computador.

Neste caso, você deve acessar o site auxilio.caixa.gov.br e procurar pela opção “Acompanhe sua solicitação”, onde estará todas as informações sobre seu benefício. 

Pagamentos 

Para este grupo, o crédito será depositado na poupança social digital aberta, conforme calendário constante do Anexo I – Ciclo 6; ou seja, entre 21 e 29 deste mês.

Os pagamento seguem a mesma forma de liberação: de acordo com  o mês de aniversário.

Então, veja como fica o calendário: 

No período dos depósitos, os recursos estarão disponíveis apenas para o pagamento de contas, de boletos e para realização de compras por meio de cartão de débito virtual ou QR Code).

Confira: 

21 de dezembro: trabalhadores nascidos de janeiro a setembro;

23 de dezembro: trabalhadores nascidos em outubro;

28 de dezembro: trabalhadores nascidos em novembro;

29 de dezembro: Trabalhadores nascidos em dezembro
Saque:

21 de dezembro: trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro;

4 de janeiro: trabalhadores nascidos em março;

6 de janeiro: trabalhadores nascidos em abril;

11 de janeiro: trabalhadores nascidos em maio;

13 de janeiro: trabalhadores nascidos em junho;

15 de janeiro: trabalhadores nascidos em julho;

18 janeiro: trabalhadores nascidos em agosto;

20 de janeiro: trabalhadores nascidos em setembro;

22 de janeiro: trabalhadores nascidos em outubro;

25 de janeiro: trabalhadores nascidos em novembro;

27 de janeiro: trabalhadores nascidos em dezembro. 

Contestações 

Se o seu auxílio foi interrompido e você acredita que cumpre todos os requisitos para o recebimento do recurso, pode pedir a revisão.

Veja as situações em que o cidadão pode registrar uma contestação: 

Até 18 de dezembro: contestação de cancelamento da extensão do auxílio;

Até 20 de dezembro: aqueles que tiveram o auxílio cancelado ou bloqueado por indícios de irregularidades; 

Até 26 de dezembro: pedido de contestação por inelegibilidade à extensão do auxílio;

Entre 20 e 29: beneficiários do Bolsa Família. 

Então, se você foi surpreendido com a negativa de pagamento do recurso, continue acompanhando esse artigo e saiba como contestar. 

Como fazer a contestação?
Para pedir a revisão do benefício, não há necessidade de comparecer às agências da Caixa, lotéricas ou postos de atendimento do CadÚnico, basta acessar o site da Dataprev, onde pode ser acompanhado todo o processo de solicitação.

Assim, o Governo Federal irá verificar se houve alteração na situação daqueles que pediram o recurso, seja por ter conseguido um emprego e estar recebendo o seguro desemprego quando fez a solicitação inicial e, depois, se tornou elegível ao recebimento do recurso, por exemplo. 

Diante disso, será feita a atualização das informações que constam em seu banco de dados.

O beneficiário que teve seu auxílio cancelado precisa verificar se cumpre todos os critérios estabelecidos pela Medida Provisória nº 1000/2020, que prorrogou até dezembro o pagamento do apoio financeiro aos trabalhadores. 

Com informações do site jornalcontabil - Wesley