terça-feira, 1 de dezembro de 2020

Como receber indenização após pagar a dívida e continuar com o nome sujo?


 
Foto / reprodução
“Paguei a minha dívida e meu nome continua sujo”, isso já aconteceu com você? Então entenda agora seus direitos nesses casos!

Já aconteceu de você pagar a dívida e seu nome continuar sujo? Infelizmente, você pode ficar com o nome negativado indevidamente mesmo pagando suas contas em dia.

Problema comum entre brasileiros, ficar com nome negativado é muito comum, já que muitas empresas cometem o erro de não dar baixa no pagamento de consumidores, gerando a negativação do CPF.

Também pode acontecer de você pagar uma dívida em acordo e a empresa não realizar a retirada do nome nos órgãos de proteção ao crédito, como SPC e Serasa.


Em muitos desses casos, o consumidor não sabe como resolver o problema e quais os seus direitos, como o de receber danos morais pelo erro da empresa.

Quer saber mais sobre o que fazer quando isso acontece? Basta acompanhar a leitura!

O que acontece quando meu nome continua sujo por uma dívida que já paguei?
O nome negativado acontece quando há pelo menos uma dívida vencida e o pagamento da mesma não foi efetivado.

Isso já é o bastante para que a empresa inclua seu CPF nos cadastros de algum órgão de proteção ao crédito.

Já o nome negativado de forma indevida pode ocorrer por diferentes maneiras injustas, como:

Pagar pela dívida que negativou o nome do consumidor e mesmo assim permanecer com o nome sujo;
Passar o período de 5 anos ou mais desde o vencimento da dívida e ainda permanecer com o nome nos registros negativos;
Por golpe ou fraude, que é a utilização ilegal, por terceiros, dos dados do consumidor em alguma transação;
Por um serviço nunca contratado e mesmo assim a empresa fazer cobranças indevidas desse serviço.
Nesses casos, é importante deixar claro que, considerando o erro da empresa e as consequências de ficar com o nome sujo no mercado, o consumidor negativado tem o direito de receber uma compensação em dinheiro.

Ou seja, o consumidor que for vítima da negativação indevida deverá ser indenizado pelos danos morais sofridos, além de ter seu nome limpo imediatamente.


Quer saber como exigir seus direitos quando você paga a dívida e seu nome continua sujo? Acompanhe!

Faça parte da Comunidade Resolvvi

Deixe o seu e-mail e saiba mais sobre os seus direitos!Email*ENVIAR 

Paguei a dívida e meu nome continua sujo, o que devo fazer?
Como mencionamos, quando o consumidor paga a dívida que causou a negativação a empresa tem o dever de solicitar a retirada do seu nome aos órgãos de proteção ao crédito.

O prazo para excluir o nome dos registros negativos é de 5 dias úteis após o pagamento da dívida.

Passados os dias desse prazo e mesmo assim o nome continuar sujo, o consumidor está sendo vítima de nome negativado indevidamente.

Entretanto, estar com o nome negativado já é extremamente prejudicial, por causar alguns impedimentos como:

restrição na obtenção de crédito;
dificuldade em abrir contas;
impedimento para realizar alguns contratos;
dentre outros.
E a situação piora quando o caso acontece de forma indevida.

Nesses casos, é possível reivindicar seus direitos.

O consumidor tem o direito de limpar o nome, pedindo imediatamente a retirada do seu nome da lista de negativados do SPC/Serasa.


Além do mais, pode buscar por uma indenização e ter direito a uma compensação em dinheiro por danos morais, variando de acordo com os prejuízos sofridos pela negativação.

Como receber indenização após pagar a dívida e continuar com o nome sujo?
Para receber uma indenização por nome negativado indevidamente, o consumidor precisa seguir alguns passos rápidos.


O primeiro deles é se certificar que inscrição nos órgãos de proteção ao crédito aconteceu de forma indevida.

1) Consultar o CPF
Primeiramente o consumidor deve realizar uma consulta do seu CPF nos órgãos de proteção ao crédito, como o Boa Vista, SPC ou Serasa.


Essa consulta serve para se certificar de que o nome está realmente negativado indevidamente e de que não possui outra negativação.

É importante entender que estar com uma dívida inscrita no Serasa não significa estar com o nome sujo.

Isso porque o Serasa é uma plataforma de acordos para toda dívida que está inscrita nele.

Essas dívidas estão incluídas para serem negociadas com o consumidor e reestabelecer o score, evitando as cobranças judiciais ou a negativação. 


No caso de o nome estar como negativado, significa que o nome de fato está sujo. 

E pela consulta do CPF é possível se certificar disso e saber qual empresa o negativou.

Na consulta do CPF, é importante guardar através de um print/captura de tela o comprovante de nome negativado, que você pode entender melhor sobre clicando aqui.

Além disso, nos casos em que o consumidor pagar a dívida e continuar com o nome sujo, é possível contar com a ajuda da Resolvvi para buscar seus direitos de forma totalmente online e sem burocracia.

2) Reunir as provas da negativação
Após se certificar que o nome está negativado, é preciso buscar as provas da negativação.

Tais provas podem ser:

O comprovante de negativação.

Se quiser saber como adquirir esse comprovante, basta clicar aqui e você terá acesso ao passo a passo para consegui-lo.

Documentos que comprovem o pagamento do boleto da dívida, como notas fiscais, e-mail de confirmação, extrato bancário, comprovantes de pagamento, dentre outros.


Trocas de e-mails, conversas de whatsapp e protocolos de atendimento.

No caso de negociações da dívida que gerou a negativação, é importante ter os registros do acordo feito, mesmo após o seu pagamento.

3) Contar com a Resolvvi
Com as provas em mãos, o consumidor pode contar com a ajuda da Resolvvi para limpar seu nome e buscar por uma compensação em dinheiro.

Quer saber como? Acompanhe!

Como a Resolvvi vai te ajudar a buscar seus direitos?
Se você já pagou sua dívida e seu nome continua sujo, a Resolvvi pode te ajudar.

Você pode resolver o seu problema de nome negativado indevidamente e buscar uma indenização por danos morais com a Resolvvi.

O processo funciona de forma 100% online e não é preciso comparecer a nenhuma audiência.

Para isso, você pode verificar o seu caso de forma gratuita.

Se for qualificado, você só paga se ganhar, uma taxa de 30% do valor da indenização em dinheiro.

Para a avaliação do caso, é necessário enviar as provas pelo próprio site e assinar todos os documentos de forma digital.

Em seguida, a Resolvvi fará a tentativa de um acordo com a empresa, para que o problema seja resolvido o mais rápido possível.

O acompanhamento do caso pode ser feito pelo site da Resolvvi, que estará com uma equipe sempre à disposição para tirar qualquer dúvida do seu caso.



Com informações do site: Resolvvi