quarta-feira, 16 de dezembro de 2020

Bolsonaro traz notícia animadora para beneficiários do Bolsa Família: ‘Vamos tentar’


 
Foto / reprodução

Entrevistado no programa Brasil Urgente, da TV Bandeirantes, nesta terça-feira (15), o presidente Jair Bolsonaro falou sobre um dos assuntos mais comentados nos últimos dias: a prorrogação do Auxílio Emergencial. Direto, o chefe do Executivo rechaçou a possibilidade de uma nova extensão do programa em 2021, mas trouxe uma boa notícia para milhares de beneficiários do Bolsa Família. 

Segundo o presidente, ele já orientou a sua equipe a não falar mais sobre o Renda Brasil, programa que viria para substituir o Bolsa Família, contudo, por conta de indefinições, acabou sendo colocado de lado. Bolsonaro animou os beneficiários do Bolsa, afirmando que o governo tentará aumentar o valor do programa pago mensalmente. 

“Vamos tentar aumentar um pouquinho isso aí”, disse Bolsonaro em entrevista ao jornalista José Luiz Datena nesta tarde. 

O valor do Bolsa Família varia de família para família, dependendo dos pré-requisitos que cada uma atende, e do número de filhos. O máximo que uma família pode receber pelo programa é R$ 212. 

Durante o período de pagamento do Auxílio Emergencial, todos os integrantes do programa receberam o outro benefício. No período de redução de 50% do Auxílio, o número foi reduzido, mas ainda tem brasileiros recebendo a cota de R$ 300, cujo calendário se encerra nos próximos dias com a última parcela.

Risco de desequilíbrio
Ao falar sobre o Auxílio Emergencial, Bolsonaro disse que o programa ter caráter emergencial e que, se mantido por mais tempo, impactaria em um desequilíbrio no teto econômico do governo. 

Ainda segundo o presidente, o país tem que fazer de tudo para manter as contas em ordem, para evitar que a inflação aumente exponencialmente, classificando a mesma como “o imposto mais danoso que existe para todo mundo”.

Com informações do site i7news - Cido Vieira