quarta-feira, 16 de dezembro de 2020

Bolsonaro desiste do Renda Brasil e diz que não vai prorrogar o auxílio emergencial


 
Foto / reprodução

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta terça-feira (15) não haverá a criação no novo programa de distribuição de renda - o Renda Brasil - nem a prorrogação do auxilio emergencial. Segundo Bolsonaro, sua ideia é "aumentar um pouquinho" o Bolsa Família.

De acordo com o presidente, o auxílio pago a vulneráveis por causa da crise provocada pela Covid-19 tem caráter emergencial e argumentou que o país possui uma capacidade de endividamento e não pode se "desequilibrar". "Quem falar em Renda Brasil, eu vou dar cartão vermelho, não tem mais conversa", disse Bolsonaro.

"Auxílio é emergencial, o próprio nome diz: é emergencial, Não podemos ficar sinalizando em prorrogar e prorrogar e prorrogar", disse o presidente, acrescentando que "acaba agora em dezembro", completou.

Sobre o Bolsa Família, o presidente disse que está conversando com a equipe econômica. "Vamos tentar aumentar um pouquinho isso aí."

Com informações do site bnews