segunda-feira, 7 de dezembro de 2020

Auxílio creche vai pagar QUANTO para cada família beneficiada? Veja a proposta


 
Foto / reprodução

O governo federal estuda a inclusão de um auxílio creche para maior cobertura do Bolsa Família para 2021.


 
A proposta inclui o valor de R$ 52 por mês em auxílio creche e prêmios para os alunos que se destacarem. Saiba mais detalhes sobre os projetos.


A proposta do governo visa pagar auxílio creche a 8 milhões de crianças. No total, o valor destinado ao projeto seria de R$ 5,1 bilhões.



Em relação ao Bolsa Família, os técnicos do Palácio do Planalto e da equipe econômica estimaram o orçamento em R$ 34,4 bilhões, segundo o Uol.



O programa tem a iniciativa de atender 14,5 milhões de famílias. Para os beneficiários, o alcance pode chegar a 44,2 milhões de pessoas. O benefício médio passaria de R$ 191 para R$ 202.



Além do auxílio creche de R$ 52 por mês, haveria outros benefícios para os alunos. Os melhores alunos receberiam um prêmio anual de R$ 200. Os planos incluem bolsa-auxílio mensal de R$ 100 e bolsa anual de R$ 1.000 para estudantes com ênfase em ciência e tecnologia.



Outro benefício seria no valor mensal de R$ 100 e outro anual de R$ 1.000 para alunos que têm destaque em atividades esportivas.

De acordo com o programa proposto, chamado Mérito Escolar, projeta um prêmio anual de R$ 200 aos melhores alunos, atingindo 1,8 milhão de pessoas.


Desse total, 800 mil seriam direcionados a crianças e adolescentes do Nordeste. A outra parte seria 300.000 estudantes do Norte, 100.000 do Centro-Oeste e 100.000 do Sul.



O prêmio destinado a estudantes com ênfase em ciência e tecnologia ajudaria 10.000 pessoas. Da mesma forma, o benefício para os estudantes atletas inclui 10.000.



Possível problema de assistência à creche

Segundo levantamento do Uol, o valor da mesa em creches particulares de regiões populares é de R$ 499 para o período parcial a R$ 1.490 por mês.



Assim, o valor estipulado pelo governo, de R$ 52, seria consideravelmente inferior à necessidade de uma família com menos condições financeiras do que um bairro periférico de São Paulo.


Com informações do site redebrasilnews