sábado, 1 de agosto de 2020

Senado aprova saque extra de FGTS para quem teve salário reduzido, confira aqui! |EmpregabilidadeBrasil..com



Senado aprova saque extra de FGTS para quem teve salário reduzido, confira aqui! |EmpregabilidadeBrasil..com




O plenário do Senado Federal aprovou por unanimidade, nesta quinta-feira (30/7), a medida provisória (MP) que liberou o saque extraordinário de até R$ 1.045 de contas ativas e inativas do FGTS durante a pandemia do novo coronavírus. Como houve alteração, o projeto volta à Câmara dos Deputados para mais uma análise.

A proposta permite também que trabalhadores que tiverem redução salarial ou suspensão de contrato façam um saque emergencial adicional dos recursos das contas do FGTS para complementar o salário.


Segundo calendário do governo, o prazo para os saques começou em junho e irá até 31 de dezembro. A medida faz parte das ações do Executivo para tentar conter a crise econômica gerada pela pandemia.

Conheça os principais pontos:

Redução salarial: trabalhadores que tiveram redução de jornada e salário ou suspensão do contrato de trabalho poderão sacar mensalmente um valor para recompor o último salário;
Transferência: recursos do saque emergencial poderão ser transferidos para outros bancos e instituições de pagamento, incluindo as fintechs;
Imóveis: os brasileiros poderão utilizar o FGTS para a compra de mais de um imóvel;
Outros saques: o Conselho Curador fica autorizado a disponibilizar aos trabalhadores mais saques extraordinários, quando julgar necessário;
Desastre natural: a Caixa Econômica emitirá critérios para dar prioridade às famílias atingidas por desastres naturais que não tenham tido acesso aos recursos do FGTS;

Débitos do trabalhador: os bancos ficam proibidos de usar o crédito para cobrir eventuais débitos do trabalhador.