quarta-feira, 8 de julho de 2020

Veja como sacar o dinheiro do auxílio emergencial e do FGTS antes da data, confira aqui! |EmpregabilidadeBrasil..com



Veja como sacar o dinheiro do auxílio emergencial e do FGTS antes da data, confira aqui! |EmpregabilidadeBrasil..com
DANIEL FERREIRA/METRÓPOLES

Opções de saque e transferências estão limitadas; bloqueio imposto pela Caixa Econômica pode ser driblado legalmente com bancos digitais

Brasileiros com direito ao saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) ou que recebem o auxílio emergencial de R$ 600 podem “adiantar” saques e transferências por meio de bancos digitais.

Ao pagar esses benefícios, a Caixa Econômica Federal tem limitado, em um primeiro momento, o uso do dinheiro, permitindo apenas pagamentos digitais de boletos e contas de luz, água e telefone, além de autorizar algumas compras.


As opções de saque e transferência do auxílio emergencial estarão disponíveis a trabalhadores nascidos em dezembro, por exemplo, somente a partir de 19 de setembro, seja a primeira, a segunda ou a terceira parcela.

No entanto, é possível driblar (sempre de maneira legal) essa restrição imposta pela Caixa Econômica por meio dessas empresas de tecnologia financeira, como Mercado Pago, Nubank, PagBank e PicPay.

Para isso, é preciso gerar um boleto no seu nome em um desses bancos digitais (veja o passo a passo mais abaixo). Como o aplicativo Caixa Tem permite o pagamento de boletos, o dinheiro será transferido para uma outra conta.




O Banco Central (BC) explicou que emitir um boleto em próprio nome para movimentar recursos é regular. “Para isso, o boleto terá que ser emitido em nome do titular da conta e só poderá ser pago em benefício dele”, informou.

Demora
O “atalho” foi percorrido pelo autônomo Felipe Sampaio, de 24 anos. Ele recebeu a terceira parcela do auxílio de R$ 600 nessa sexta-feira (3/7) e teria que esperar até 10 de setembro para fazer o saque pelo Caixa Tem, mas resolveu adiantar a grana.

“Eu optei por adiantar o dinheiro do auxílio, tanto o meu quanto o da minha mãe, exatamente pela demora para a liberação do saque e transferências”, conta o autônomo. Ele faz excursões, mas ficou desempregado por causa da pandemia.


Felipe conta também que não levou 10 minutos para fazer a transferência do auxílio emergencial para a outra conta. “Eu fiz a transferência no sábado (4/7), mas como não era dia útil, caiu nessa segunda-feira (6/7)”, relata o jovem.

Passo a passo
Veja a seguir o passo a passo para antecipar a transferência de valores do auxílio emergencial ou do saque emergencial do FGTS no aplicativo Caixa Tem, de acordo com as seguintes fintechs:



fonte: Metropoles