sábado, 20 de junho de 2020

Concursos da PF e PRF têm 487 vagas em análise para nível médio! Até R$4 mil, confira aqui! |EmpregabilidadeBrasil..com



Concursos da PF e PRF têm 487 vagas em análise para nível médio! Até R$4 mil, confira aqui! |EmpregabilidadeBrasil..com



A Polícia Federal  e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) têm expectativa de abrir novos editais de concursos públicos para o cargo de Agente Administrativo, função que tem requisito o ensino médio completo. Ambas as corporações solicitaram ao Governo Federal a abertura de novo certame. Foram pleiteadas, ao todo, 487 vagas.

O novo pedido de concurso da Polícia Federal 2020/2021 foi feito ao governo pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública e já está em análise no Ministério da Economia. Foram solicitadas, ao todo, 1.508 vagas, sendo 349 para Agente Administrativo. O salário básico do cargo é de R$ 2.279,16. Além disso, o cargo conta com gratificação de desempenho de atividade de apoio técnico administrativo de R$ 2.467, totalizando R$ 4.746,16 mensais.

Na PRF, após confirmar o envio de 2.634 vagas para o cargo de Policial Rodoviário, foi anunciado na noite da última quarta-feira, 17 de junho, que a solicitação também conta com mais 138 vagas para carreira de agente administrativo, totalizando 2.772 vagas. A remuneração chega a R$ 4.270,77 por mês.



Concurso Polícia Federal – Agente Administrativo
A função de Agente Administrativo acumula um alto número de cargos vagos, o que compromete o funcionamento de modo regular na PF. O último concurso foi realizado em 2013 e teve validade até o ano passado. O presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (PENAPEF), Luis Antônio de Araújo Boudens, informou recentemente que a Polícia Federal tem um déficit de 5.300 servidores no cargo de Agente Administrativo.

A função de Agente Administrativo acumula um alto número de cargos vagos, o que compromete o funcionamento de modo regular na PF. O último concurso foi realizado em 2013 e teve validade até o ano passado. O presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (PENAPEF), Luis Antônio de Araújo Boudens, informou recentemente que a Polícia Federal tem um déficit de 5.300 servidores no cargo de Agente Administrativo.

O cargo de Agente Administrativo realiza atividades de nível médio, de grande complexidade, envolvendo a apresentação de solução para situações novas, a necessidade de constantes contatos com autoridades de média hierarquia, com técnicos de nível superior e/ou contatos eventuais com autoridades de alta hierarquia e abrangendo planejamento em grau auxiliar e pesquisas preliminares realizadas sob supervisão indireta, predominantemente técnica, visando à implementação das leis, regulamentos e normas referentes à administração geral e específica; supervisão dos trabalhos que envolvam a aplicação das técnicas de pessoal, orçamento, organização, métodos e materiais executados por equipes auxiliares, chefia de secretarias de unidades da mais alta linha divisional da organização.

As provas objetivas aplicadas foram de de caráter eliminatório e classificatório, valendo 120,00 pontos, abrangendo as disciplinas citadas. O certame foi coordenado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos

O cargo de Agente Administrativo tem requisito de diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível médio (antigo segundo grau), fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC. A remuneração inicial do cargo chega a R$ 4.270,77, valor que já inclui o salário de R$ 3.812,77 e vale-alimentação de R$ 458. O último concurso nível médio da PRF foi realizado em 2014, sob organização da FUNCAB. Na ocasião, o certame contou com 216 vagas.

Atribuições –  O Agente Administrativo deverá executar atividades administrativas, de nível intermediário, relativas às competências legais da Polícia Rodoviária Federal, por meio da prestação de apoio técnico administrativo à área finalística da Instituição. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais.

A expectativa é que os inscritos no novo concurso da PRF – Agente Administrativo sejam avaliados por prova objetiva eliminatória e classificatória, constituída de questões de múltipla escolha das matérias de Língua Portuguesa, Ética e Conduta Pública, Raciocínio Lógico, Nocões de Direito Constitucional e Administrativo, Noções de Arquivologia e Informática e Legislação Relativa à PRF. Além disso, os aprovados na prova objetiva serão avaliados por INVESTIGAÇÃO SOCIAL, etapa de caráter eliminatório.

Cada questão contou com 5 (cinco) alternativas, sendo apenas uma correta.

O último concurso ofereceu 216 vagas. Veja como ficou a distribuição das vagas no último concurso da Concurso PRF Nível Médio.



GO – 06 vagas gerais + 01 PcD
MT – 08 vagas gerais + 01 PcD
MS – 14 vagas gerais + 01 PcD
MG – 16 vagas gerais + 01 PcD
RJ – 01 vaga geral
SP – 09 vagas gerais + 01 PcD
PR – 17 vagas gerais + 01 PcD
SC – 17 vagas gerais + 02 PcD
RS – 23 vagas gerais + 02 PcD
BA – 17 vagas gerais + 01 PcD
PE – 11 vagas gerais + 01 PcD
ES – 03 vagas gerais
AL – 03 vagas gerais
PB – 04 vagas gerais
RN – 03 vagas gerais
CE – 03 vagas gerais
PI – 09 vagas gerais + 01 PcD
MA – 04 vagas gerais + 01 PcD
PA – 05 vagas gerais + 01 PcD
SE – 04 vagas gerais
RO/AC – 03 vagas gerais
DF/SEDE – 07 vagas gerais + 01 PcD
TO – 04 vagas gerais
AM – 03 vagas gerais
AP – 03 vagas gerais
RR – 03 vagas gerais

*PcD – Pessoas com Deficiência

As pessoas com deficiência, terão direito a 5% das vagas oferecidas, de acordo com a distribuição de vagas constantes no edital de concurso da PRF (Agente Administrativo).