terça-feira, 19 de maio de 2020

Calendário de pagamento do auxílio emergencial para novos aprovados, confira aqui! |EmpregabilidadeBrasil..com



Calendário de pagamento do auxílio emergencial para novos aprovados, confira aqui! |EmpregabilidadeBrasil..com
Calendário de pagamento do auxílio emergencial para novos aprovados – Foto: Giuliano Gomes/Estadão Conteúdo


Calendário de pagamento do auxílio emergencial para novos aprovados.

A Caixa Econômica Federal começa a pagar hoje os novos aprovados do auxílio emergencial que estavam na espera pela primeira parcela dos R$ 600 (ou R$ 1.200 para mães chefes de família). Saques e depósitos serão escalonados por data de aniversário do trabalhador.

Na última sexta-feira (15/05), a DataPrev (Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social) aprovou uma nova leva de beneficiários aptos a participarem do programa.

A lista contempla 8,3 milhões de novos beneficiários. Muitas dessas pessoas estavam esperando por uma resposta por mais de um mês. Os pagamentos seguem até o dia 29 de maio.

Segundo a Caixa, serão desembolsados R$ 5,3 bilhões nos próximos dias para realizar esses depósitos.


O calendário de pagamentos e saques será feito pelo mês de aniversário do beneficiário. Veja:
19 de maio (terça-feira) para nascidos em janeiro
20 de maio (quarta-feira) para nascidos em fevereiro
21 de maio (quinta-feira) para nascidos em março
22 de maio (sexta-feira) para nascidos em abril
23 de maio (sábado) para nascidos em maio, junho e julho
25 de maio (segunda-feira) para nascidos em agosto
26 de maio (terça-feira) para nascidos em setembro
27 de maio (quarta-feira) para nascidos em outubro
28 de maio (quinta-feira) para nascidos em novembro
29 de maio (sexta-feira) para nascidos em dezembro
Segundo o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, a ideia é que a liberação será gradual para evitar filas e aglomerações nas agências.

“Deixamos a maior parte da operação para o sábado, que não tem pagamento do Bolsa Família”, disse em transmissão ao vivo na última sexta-feira (15/05).


Quem estiver na nova lista de aprovados deverá receber a confirmação no aplicativo Caixa Emergencial ou no site auxilio.caixa.gov.br.

Guimarães faz um apelo para que ninguém tente antecipar o pagamento num dia em que não está previsto a liberação pela data de aniversário do trabalhador.

Segundo ele, nesta terça só poderão receber aqueles que nasceram em janeiro. Caso os nascidos em janeiro não consigam ir hoje, eles poderão, sim, receber em data posterior. O benefício ainda estará disponível. Só não será possível tentar adiantar o pagamento.


Segunda parcela
Para o público que vai receber agora, na nova leva de aprovações, ainda não há previsão de data da liberação da segunda parcela do benefício, que já começou a ser paga para quem tem Bolsa Família.

O atual calendário da segunda parcela só contempla aqueles que receberam a primeira parcela até o dia 30 de abril.

A segunda parcela será depositada entre os dias 20 e 26 de maio exclusivamente nas contas poupanças digitais abertas pela Caixa.

Até quem tem conta bancária receberá pela conta digital e terá de movimentar o dinheiro por meio do aplicativo Caixa Tem.

O presidente da Caixa disse ainda que optou pelo pagamento virtual para evitar que as filas de saques em espécie da segunda parcela coincidam com a fila de pagamento da primeira parcela para os 8,3 milhões que só tiveram o benefício recentemente.

O saque em dinheiro da segunda parcela ocorrerá entre 30 de maio e 13 de junho, conforme o mês de nascimento do beneficiário.

Os beneficiários do Bolsa Família já começaram a receber a segunda parcela, com pagamentos de 18 a 29 de maio, seguindo o dígito final no Número de Inscrição Social (NIS).


Motivos do atraso
Em coletiva na última sexta-feira (15), o presidente da Dataprev, Gustavo Canuto, disse que a demora para liberar os benefícios acontece porque a estatal de tecnologia tem de checar os pedidos em 17 bases de dados do governo, entre elas a da Receita Federal, da Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia e do Poder Judiciário.

Ele disse que a liberação do auxílio para 8,3 milhões de brasileiros resultou no processamento de 14,6 milhões de pedidos. Desse total, 6,3 milhões tiveram o benefício negado ou considerado inconclusivo (com algum tipo de problema de dados ou informações).

Canuto apresentou as estatísticas de processamento do auxílio emergencial. Desde o início do programa, em 7 de abril, a Dataprev recebeu 118.291.454 requerimentos.

Veja também:


Do total processado, 59.291.753 benefícios foram liberados, 36.858.102 foram negados e 16.409.347 foram considerados inconclusivos. A empresa está processando 1.535.126 (1,3%) de requerimentos e começará a processar 4.197.126 (3,5%) de pedidos nos próximos dias.

Fonte: Valor Investe